metropoles.com

Reforço com vacina Pfizer tem 95% de eficácia contra Covid, diz estudo

Pesquisa com 10 mil voluntários indica que a dose de reforço aumenta a proteção contra as variantes do coronavírus

atualizado

Compartilhar notícia

Nicolas Economou/NurPhoto via Getty Images
vacina pfizer começa a vacinar os americanos na segunda dia 14
1 de 1 vacina pfizer começa a vacinar os americanos na segunda dia 14 - Foto: Nicolas Economou/NurPhoto via Getty Images

A dose de reforço da vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 oferece 95,6% de eficácia na prevenção das formas leves da doença, de acordo com um novo estudo de fase 3 divulgado nesta quinta-feira (21/10) pelas empresas que desenvolveram o imunizante.

A pesquisa contou com a participação de 10 mil voluntários de 16 anos ou mais – com idade média de 53 anos –, que haviam tomado previamente as duas doses do imunizante.

Saiba como as vacinas contra Covid-19 atuam:
12 imagens
1 de 12

2 de 12

3 de 12

5 de 12

6 de 12

8 de 12

9 de 12

11 de 12

12 de 12

Eles receberam o reforço ou uma dose de placebo cerca de 11 meses depois da aplicação da segunda dose da vacina.

De acordo com os pesquisadores do estudo, foram registrados apenas cinco casos de infecção do novo coronavírus no grupo que recebeu o reforço e 109 casos no grupo que recebeu a injeção de placebo. Os dados indicam que a vacina é eficiente também contra as variantes do novo coronavírus.

“Esses resultados fornecem mais evidências dos benefícios dos reforços, pois nosso objetivo é manter as pessoas bem protegidas contra essa doença”, afirmou Albert Bourla, CEO da Pfizer, em um comunicado.

Os dados serão enviados para publicação em revista científica após a revisão de pares. Também serão encaminhados às agências de medicamentos dos Estados Unidos e da Europa, FDA e EMA, respectivamente, e para outras agências regulatórias o mais rápido possível.

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?