Pesquisa identifica 7 formas diferentes de Covid-19 em pacientes leves

Sintomas podem ser divididos por categorias, e, independente delas, sistema imune fica alterado por 10 semanas

atualizado 04/11/2020 9:58

coronavírus ilustraçãoGettyImages

De acordo com estudo publicado na revista científica Allergy, pacientes com quadros leves de Covid-19 podem ser separados em sete categorias diferentes, cada uma com um conjunto de sintomas. Participaram da pesquisa da MedUni Vienna (Áustria) 109 pessoas com o coronavírus e 98 sem o vírus.

No primeiro grupo, estão pessoas com sintomas como febre, calafrios, fadiga e tosse. No segundo, rinite, espirros, garganta seca e congestão nasal.

No terceiro, dor muscular e nas juntas. No quarto, inflamação nos olhos e mucosas. No quinto, problemas pulmonares, como falta de ar e pneumonia. No sexto, sintomas gastrointestinais, como diarreia e náusea, além de dor de cabeça. E, no último grupo, estão os pacientes com perda de olfato e paladar.

“Descobrimos que os sintomas da sétima categoria afetam, predominantemente, indivíduos com um sistema imunológico ‘jovem’, mensurado pelo número de células T”, diz o imunologista Winfried Pickl ao site EurekAlert.

Sinais no sangue a longo prazo

A pesquisa também descobriu que o coronavírus deixa sinais no sangue dos pacientes, mesmo depois de ter sido eliminado do organismo, que podem durar cerca de 10 semanas.

Segundo Pickl, o sistema imunológico continua ativado contra a invasão do Sars-CoV-2 por semanas após a infecção inicial, mas as células responsáveis por lutar contra invasores estão em quantidades muito menores do que o normal. “É uma mistura perigosa, que pode levar a condições autoimunes“, diz o pesquisador.

O objetivo do estudo é contribuir para um melhor entendimento da Covid-19 e ajudar no desenvolvimento de vacinas potenciais contra o vírus.

0

Mais lidas
Últimas notícias