Covid-19: autópsias sugerem que sistema imunológico é responsável por óbito

Pesquisa ainda não foi revisada pela comunidade científica, mas encontrou danos nos órgãos possivelmente causados pelo próprio organismo

atualizado 07/07/2020 16:03

Representação de coronavírus em fundo cinzaAndriy Onufriyenko/GettyImages

Uma pesquisa baseada em autópsias de mortos por Covid-19 publicada nesse sábado (4/7) mostrou que o papel do sistema imunológico no combate ao coronavírus pode contribuir para a letalidade da infecção.

Os cientistas da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido, estudaram 37 pontos no corpo de 11 pessoas que faleceram em decorrência da doença e encontraram sinais de que a resposta imune pode ser responsável pela inflamação que leva à falência de alguns órgãos.

Os locais com maior concentração viral foram identificados longe dos pontos de maior inflamação, o que sugere que o vírus não teria ação direta sobre esta reação.

A teoria dos responsáveis pela pesquisa é que a resposta exagerada do corpo à invasão feita pelo coronavírus causa a inflamação, e deve ser tratada para evitar a evolução do caso até o óbito. Eles citam os estudos com dexametasona, um corticoide que evita o sintoma e parece evitar mortes em 35% dos casos.

“Nossos resultados sustentam que a imunopatologia é um dos principais mecanismos que leva à morte em pacientes com Covid-19”, escrevem os pesquisadores. O estudo ainda não foi revisado pela comunidade científica.

0

Últimas notícias