metropoles.com

Perda de olfato é sintoma mais comum da Covid-19, aponta pesquisa

Estudo acompanhou cerca de 2 mil pacientes com quadros leves e moderados e 87,% deles relataram falta de sensibilidade a cheiros

atualizado

Compartilhar notícia

Hugo Barreto/Metrópoles
Homem mostrando máscara
1 de 1 Homem mostrando máscara - Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

Um estudo realizado em 18 hospitais da Europa mostrou que a perda momentânea do olfato é o sintoma mais comum relacionado a pacientes da Covid-19 em estágio leve a moderado. Depois aparecem dor de cabeça, perda do paladar e febre.

Pesquisadores de universidades da Bélgica, Espanha, França e Itália acompanharam a evolução da doença em 2.013 pacientes entre 22 de março e 23 de abril segundo artigo publicado na revista científica Annals of Internal Medicine na terça-feira (26/05)

Entre eles, 1.754 (87,2%) tiveram algum grau de perda olfativa – 73,1% relataram não sentir cheiro algum no intervalo em que o sintoma persistiu e os outros 14,1% tiveram a perda parcial – por, em média, 8,4 dias. Em geral, o problema surgiu depois de outros sintomas da Covid-19.

Muitos também relataram dor de cabeça (70,1%), entupimento nasal (64,2%), dores musculares (61,8%), coriza (59%), tosse (58,4%), problemas com o paladar (56,4%), dor de garganta (51,6%), febre (40,6%) e outros sintomas relacionados.

Os pesquisadores concluíram que a perda do olfato pode não estar relacionada à obstrução nasal ou inflamação. “Estudos futuros são necessários para entender os mecanismos fisiopatológicos subjacentes à perda de olfato e paladar na Covid-19, incluindo possível disseminação viral através do neuroepitélio olfativo e invasão do bulbo olfativo e sistema nervoso central”, diz o artigo.

0

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações