Nelson Teich sobre coronavírus: “É preciso entender a doença”

Durante sua apresentação, novo ministro da Saúde defendeu testagem em massa e acompanhamento contínuo da curva epidemiológica

atualizado 16/04/2020 18:49

Em pronunciamento na tarde desta quinta-feira (16/04), no qual foi apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro, o novo ministro da Saúde, Nelson Teich, afirmou que não há antagonismo entre saúde e economia. “É preciso entender a doença, saber como ela se comporta, podemos fazer isso com dados, com informação”, afirmou.

O médico, entretanto, sinalizou que não haverá uma mudança de rota imediata na política de distanciamento social e garantiu que as decisões serão tomadas a partir de critérios técnicos e científicos: “Sobre distanciamento social: não vai haver qualquer definição brusca ou radical do que vai acontecer”, afirmou.

Em artigo recente, Teich, que é oncologista e foi consultor de grandes redes hospitalares privadas, criticou o antagonismo que saúde e economia adquiriram no debate em torno da estratégia de combate ao novo coronavírus.

O oncologista defende um modelo de testagem em massa com acompanhamento contínuo da curva epidemiológica, entretanto, uma das dificuldades que enfrentará é a falta de testes. Os insumos para realizar exames estão escassos em várias partes do mundo.

Últimas notícias