Teich afirma ter “alinhamento completo” com Bolsonaro

Novo ministro da Saúde disse, em pronunciamento ao lado do presidente Bolsonaro, que não haverá decisão brusca sobre fim do distanciamento

atualizado 16/04/2020 18:50

Nelson Teich, novo ministro da SaúdeCarolina Antunes/PR

Apesar de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ter deixado claro que trocou Luiz Henrique Mandetta por Nelson Teich no Ministério da Saúde para que seja cumprida sua determinação de tratar o coronavírus junto com os problemas econômicos, o novo ministro iniciou seu primeiro pronunciamento avisando: “Sobre distanciamento social: não vai haver qualquer definição brusca ou radical do que vai acontecer”.

O discurso do oncologista foi focado na necessidade de se “conhecer a doença” para planejar os próximos passos. “O que é fundamental é que seja baseado em informação sólida”, disse Teich, ao lado de Bolsonaro, na tarde desta quinta-feira (16/04) no Palácio do Planalto.

“A gente tem que entender mais da doença para administrar o momento, planejar o futuro e sair dessa política de isolamento e distanciamento”, disse ainda, alinhado com seu novo chefe. “Existe um alinhamento completo entre mim e o presidente”, disse ele ainda, para deixar bem claro.

Teich, que acaba de ter a nomeação publicada no Diário Oficial, inicia nesta quinta mesmo, segundo Bolsonaro, uma transição com a equipe do ex-ministro Mandetta, que se comprometeu a facilitar o processo, ainda de acordo com o presidente.

Últimas notícias