metropoles.com

Nariz de homem com varíola dos macacos apodrece antes de diagnóstico

Paciente tinha o sistema imunológico bastante comprometido por ser portador do vírus HIV e estar com sífilis

atualizado

Compartilhar notícia

Arte/ Metrópoles
CARD CENAS FORTES
1 de 1 CARD CENAS FORTES - Foto: Arte/ Metrópoles

Um caso inédito relacionado ao atual surto de varíola dos macacos foi reportado em um homem de 40 anos, na Alemanha. De acordo com a revista médica Infection, parte do nariz do paciente apodreceu em razão do sistema imunológico dele estar abalado por infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) anteriores.

O homem procurou um clínico geral apresentando uma ferida vermelha na ponta do nariz. O médico, entretanto, considerou que era apenas uma queimadura de sol e o mandou voltar para casa. Três dias depois, a pele na região começou a ficar inchada, escura e dolorosa. No mesmo período, apareceram feridas com pus branco no corpo do paciente, que provocaram dores intensas no pênis e na boca dele.

Ao realizar um teste PCR, o alemão recebeu o diagnóstico de varíola dos macacos e buscou um hospital para receber medicações antivirais. Lá, foi submetido a outros exames e descobriu que tinha sífilis e era portador do vírus HIV. De acordo com o relato do paciente, ele nunca havia realizado testes para ISTs antes.

Com o tratamento médico, as lesões secaram e desapareceram, mas o nariz teve uma melhora apenas parcial. O relato clínico não traz informações sobre o estado atual do paciente.

Os médicos responsáveis pelo diagnóstico afirmaram que o vírus da varíola dos macacos provocou a necrose no nariz do paciente devido ao HIV não tratado. O processo de necrose ocorre quando tecidos do corpo começam a morrer devido à falta de circulação de sangue e oxigênio.

0

Em pacientes com as defesas do organismo em bom funcionamento, a necrose é facilmente combatida. No entanto, os profissionais de saúde informaram que os glóbulos brancos do homem estavam em quantidade tão baixa quanto a de pessoas com AIDS.

A equipe que atendeu o paciente destaca que casos assim podem se tornar mais frequentes à medida que o vírus monkeypox se espalha.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações