Medicamento sotrovimabe funciona contra a Ômicron, diz farmacêutica

Remédio está aprovado para uso emergencial no Brasil desde setembro e é indicado para pacientes que apresentam sintomas moderados

atualizado 07/12/2021 13:31

Fotografia colorida de mão segurando cartela de pílulas de remédio amarelasGetty Images

De acordo com a farmacêutica GSK, o medicamento sotrovimabe, que age contra o coronavírus, é eficaz também contra a variante Ômicron. Os dados ainda não foram revisados pela comunidade científica.

“Estes dados pré-clínicos demonstram o potencial de nossos anticorpos monoclonais serem eficazes contra a variante mais recente, a Ômicron, além de todas as outras variantes de preocupação definidas até o momento pela Organização Mundial da Saúde (OMS)”, disse o chefe científico da GSK, Hal Barron.

Saiba mais sobre as variantes do coronavírus:

0

O sotrovimab está autorizado para uso emergencial no Brasil desde setembro, quando a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou o uso do medicamento em território nacional. O remédio é um anticorpo monoclonal de dose única que ataca a proteína spike do coronavírus, evitando que o Sars-CoV-2 invada as células e se multiplique.

O medicamento da GSK é vendido sob prescrição médica, e só pode ser aplicado em hospitais. Ele não é recomendado para pacientes hospitalizados com quadros graves de Covid-19, e não funciona para prevenir a infecção, como as vacinas.

Mais lidas
Últimas notícias