Médica ensina exercícios caseiros para diminuir risco de trombose

Doença é a terceira causa de morte no mundo e pode ser fatal. Sedentarismo, tabagismo e alimentação inadequada são fatores de risco

atualizado 14/02/2021 17:55

mulher segura pernaGetty Images

Caracterizada pelo desenvolvimento de coágulos, ou trombos, no interior de vasos sanguíneos, a trombose venosa profunda (TVP) é um problema que pode causar diversos prejuízos à saúde do paciente. O entupimento das veias dificulta a oxigenação e o fluxo do sangue e pode ocasionar complicações, como a embolia pulmonar e Acidente Vascular Cerebral (AVC), que podem ser fatais.

Segundo o Ministério da Saúde, a trombose é a terceira maior causa de morte em todo o mundo. O problema é tão grave que a Organização Mundial da Saúde (OMS) estipulou como meta global a redução de 25% das mortes prematuras por doenças não infecciosas até 2025.

Uma das principais medidas para que o órgão consiga alcançar a meta é reduzir a incidência da doença, que pode ser causada por uma série de condições.

“A atenção deve ser redobrada por indivíduos que possuem fatores individuais que agravam os riscos de desenvolver o quadro, como obesos, tabagistas, portadores de câncer, pessoas que utilizam hormônios ou pílulas anticoncepcionais, predispostos a coagulação sanguínea, gestantes, idosos, deficientes físicos e portadores de varizes”, detalha Aline Lamaita, cirurgiã vascular e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV).

De acordo com Lamaita, permanecer muito tempo parado e sem movimentar as panturrilhas diminui a velocidade do sangue dentro dos vasos. Beber pouca água e alimentar-se mal também são fatores que dificultam a circulação. “Por isso, para evitar o quadro, é essencial caminhar dentro de casa e fazer simples exercícios a fim de minimizar o risco do problema”, ensina a médica.

Muitas vezes, a TVP acomete veias da perna e não apresenta sintomas. A condição exige acompanhamento médico, porém alguns exercícios caseiros podem estimular o fluxo sanguíneo e diminuir o risco de desenvolver a doença.

Veja alguns exercícios simples e caseiros para prevenir a trombose:

Comece com os pés no chão e, em seguida, levante os calcanhares enquanto mantém as pontas dos pés no chão, permanecendo nessa posição por alguns minutos. Depois, coloque os calcanhares no chão e levante os dedos dos pés. Segure por alguns segundos e repita o alongamento algumas vezes.

Outro exercício consiste em traçar círculos com os pés por alguns segundos, mudando de direção de fora para dentro e de dentro para fora. “Você também pode dobrar a perna abraçando os joelhos o mais próximo possível do peito”, completa Aline Lamaita. Permaneça assim por alguns minutos, sempre trocando de perna.

Caminhar pela casa é outra medida que pode ser feita por qualquer pessoa e que estimula o fluxo sanguíneo. “Esses simples cuidados já estimulam a circulação e minimizam consideravelmente o risco de trombose”, reforça a especialista.

Aumentar a ingestão de água, evitar o consumo de álcool e de remédios que estimulam o sono, — para que não se passe muito tempo dormindo e, portanto, parado — também são providências essenciais para diminuir o risco da doença.

O uso de meias elásticas de compressão pode, ainda, ser uma alternativa de tratamento caseiro para pessoas com trombose. A consulta a um cirurgião vascular é particularmente recomendada para pacientes do grupo de risco para a doença, segundo Aline Lamaita.

“A adoção de cuidados de prevenção também é muito importante, já que se trata de uma condição muito séria”, alerta a médica. “Por isso, evite o sobrepeso, mantenha uma rotina saudável de alimentação, não utilize sapatos desconfortáveis com frequência, não fume e pratique atividades físicas regularmente”.

Últimas notícias