Greta se junta à OMS na luta por distribuição igualitária de vacinas

Ativista ambiental fez doação de 100 mil euros para ajudar agência internacional a garantir imunização contra Covid-19 para países pobres

atualizado 19/04/2021 12:18

Greta Thunberg em fotoReprodução/Instagram

A ativista ambiental Greta Thunberg anunciou, em entrevista coletiva com a Organização Mundial de Saúde (OMS), nesta segunda (19/4), uma doação de 100 mil euros para a compra de vacinas contra a Covid-19. O objetivo é colaborar para garantir acesso igualitário aos imunizantes em todos os países, principalmente aqueles nos quais a população está mais em risco.

A doação foi feita por meio da Greta Thunberg Foundation, que reúne e organiza doações a partir de prêmios ganhos pela ativista. “A comunidade internacional precisa fazer mais para resolver a tragédia que é a falta de igualdade na distribuição das vacinas. Temos meios disponíveis para resolver o grande desbalanço que existe no mundo hoje, e lutar contra a Covid-19. Assim como na crise climática, precisamos ajudar primeiro os mais vulneráveis”, afirmou.

A OMS vem, há alguns meses, alertando sobre a diferença na distribuição dos imunizantes. Entre os países mais ricos, uma em cada quatro pessoas já foi imunizada contra a Covid-19. Em nações pobres, apenas um em mais de 500 habitantes.

Greta Thunberg inspirou milhões de pessoas ao redor do mundo a agir para lutar contra a crise climática, e o forte apoio para garantir a igualdade na distribuição de vacinas mostra, mais uma vez, o compromisso dela em fazer do nosso mundo um lugar mais saudável, seguro e justo”, diz Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da organização.

Saiba como as vacinas contra Covid-19 atuam:

0

Últimas notícias