metropoles.com

Está de dieta? 8 dicas para aproveitar as confraternizações sem culpa

Nutricionista Bruno Rua ensina como desfrutar das festas de fim de ano sem engordar e mantendo os resultados adquiridos durante o ano

atualizado

Getty Images
Imagem colorida de pessoas em celebração natalina - Metrópoles

Ninguém engorda da noite para o dia. Nem entre Natal e Ano Novo. Os quilos em excesso são resultado de vários dias nos quais houve superávit calórico – o corpo acumulou mais energia do que gastou. Ou seja, as confraternizações características do mês de dezembro podem ser aproveitadas sem culpa, basta manter o bom senso.

O nutricionista Bruno Rua, com consultório em Brasília, explica que um quilo de gordura equivale a 7 mil calorias armazenadas. Como a dieta padrão das pessoas varia entre 2,5 mil e 2 mil calorias, não há ganho de peso de uma hora para outra.

Para tranquilizar as pessoas que estão preocupadas em engordar no período de festas, Rua acrescenta que a variação na balança de um dia para o outro não significa alteração na composição corporal e sim uma oscilação previsível que ocorre, principalmente, por conta da retenção de líquidos e do processo digestivo. “O ideal é que, conhecendo o próprio corpo, as pessoas saibam a margem em que seu peso costuma variar”, afirma.

Comedimento e parcimônia

O nutricionista é contra o que chama de “radicalismos nutricionais”, situações nas quais a lista de proibições impede as pessoas de aproveitarem ocasiões especiais. “Não é preciso manter dieta restritiva em festas de fim do ano, mas é necessário seguir um estilo de vida saudável durante o ano inteiro”, comenta.

Ele destaca comedimento e parcimônia como imprescindíveis ao estilo de vida saudável e, por isso, sugere que as pessoas tenham menos medo de engordar após as festas. “Fazendo escolhas saudáveis, é possível reduzir consideravelmente o valor calórico ingerido”, sugere.

A pedido do Metrópoles, ele elencou dicas para que as pessoas aproveitem o período de festas sem culpa:

  1. Prefira os alimentos assados – A gordura é o nutriente com maior valor calórico: 9 kcal/grama. “Independente de ser uma gordura saudável ou não, terá o mesmo valor calórico. Considerando isto, sempre que possível, evite alimentos fritos ou adicionados de gorduras”, sugere.
  2. Não pule o almoço – É comum que as pessoas, por escolha própria, deixam de se alimentar ao longo do dia já pensando no que comerão à noite. Bruno alerta que a estratégia é furada. “Chegarão esfomeados à festa e comerão excessivamente”, aponta.
  3.  Evite provar tudo – “Devido à grande variedade posta à mesa, acabamos exagerando quando estamos servindo nosso prato. Algumas vezes, mesmo já estando saciados e satisfeitos, acabamos comendo até o final para não desperdiçar”, afirma o nutricionista.
  4. Aproveite as companhias – É importante degustar bem cada uma das escolhas alimentares e também aproveitar as conversas e companhias que esse tipo de encontro proporciona.
  5. Prefira o vinho – Cervejas, geralmente, são a pior opção. As pessoas vão bebendo até não aguentar mais. Drinks costumam ser bem calóricos. Vinhos e espumantes têm menor valor calórico e as pessoas costumam consumir quantidades menores, vinculadas ao consumo de garrafas.
  6.  Distribua as sobras – “Se estiver recebendo pessoas em casa, quando estiver para encerrar a noite, divida tudo que sobrou e distribua. O que atrapalha muito é a continuidade da comilança nos dias posteriores ao Natal e o Ano Novo”, comenta Rua.
  7.  Inclua frutas – Além de ter o valor calórico baixo, as frutas ajudarão a proporcionar a sensação de saciedade.
  8.  Volte à vida normal – No dia seguinte à festa, volte para a dieta normalmente. Faça todas as refeições prescritas. “Em poucos dias seu corpo eliminará o excesso de líquidos acumulado e tudo voltará ao normal”, afirma o especialista.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.






Quais assuntos você deseja receber?