metropoles.com

É possível evitar dores causadas pela má postura. Saiba como

As dores costumam ser consequência de longos períodos com má postura. No entanto, não basta corrigir a posição do corpo

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/ Freepik
Foto ilustrativa de mulher com dor nas costas provocada por doença renal - Metrópoles
1 de 1 Foto ilustrativa de mulher com dor nas costas provocada por doença renal - Metrópoles - Foto: Reprodução/ Freepik

Entre as diversas dores que atingem o corpo, os desconfortos na coluna certamente estão entre os mais frequentes – e também entre os mais incapacitantes. A dor nas costas pode irradiar desde o pescoço e os ombros até a lombar, e sua causa mais frequente é a má postura.

“As dores associadas à má postura, como a cervicalgia e lombalgia, estão diretamente relacionadas à questão da coluna cervical e lombar, porque são partes que consideramos mais livres. Elas são sobrepostas por grupos musculares de sustentação, já a torácica tem uma grade de costelas que ajuda a manter a postura”, explica o ortopedista Alessandro Santoro, especialista em coluna vertebral.

Segundo ele, a dor é consequência de longos períodos de má postura. Na época da pandemia, por exemplo, o tempo de exposição do paciente ou do funcionário na frente do computador foi muito maior. “O paciente do home-office, em vez de seis ou oito horas trabalhando, ficou 10 horas, 12 ou até 14 horas no computador em casa, o que gerou uma sobrecarga”, afirma.

Para previnir os danos à coluna causados pela má postura, a Sociedade Brasileira de Coluna (SBC) recomenda que o paciente se levante, mude de posição e faça alguns alongamentos a cada 40 ou 50 minutos.

Intervalos para evitar dores

“É importante se levantar para tomar uma água, falar com alguém ou buscar um papel na impressora, por exemplo. Isso porque essas ações ajudam a mudar a posição e reduzem o tempo que a pessoa passa sentada. Em casa, por causa do home-office, o hábito de ficar muito tempo parado piorou, por isso, é importante se conceder intervalos”, destaca o ortopedista.

Leia a matéria completa no site Saúde em Dia, parceiro do Metrópoles.

Siga a editoria de Saúde no Instagram e fique por dentro de tudo sobre o assunto!

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações