Dieta para emagrecer: é possível comer bem gastando pouco? Veja dicas

A resposta é: sim, é possível! Separamos dicas valiosas para quem quer emagrecer a partir de uma dieta acessível; confira

atualizado 09/05/2022 16:21

Felipe Menezes/Metrópoles

Um dos passos mais importantes para quem quer emagrecer é a mudança na alimentação. A grande questão é que, muitas vezes, as pessoas associam o emagrecimento a uma dieta mais difícil e e cara, que pesa no bolso. Principalmente agora, que diversos alimentos vem sofrendo com a inflação, resultando na alta do preço.

De acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), houve uma aceleração da alta dos preços de alimentos e bebidas de 1,95% em março para 2,25% em abril, deste ano. Além disso, itens essenciais para manter uma alimentação saudável, como leite, tubérculos, raízes e legumes, passaram a figurar no top 10 de alimentos com maior variação de preço.

E dentro desse cenário, surge a necessidade de criar uma dieta para emagrecer, mas que seja saudável e acessível. Contudo, será que isso é possível? A resposta é sim!

O nutricionista Matheus Motta, responsável por um programa de emagrecimento, elencou alternativas de alimentos que são simples, nutritivos e que possuem um ótimo custo-benefício para incluir na sua alimentação diária. Confira as dicas:

1. Opte sempre por frutas, legumes e verduras da estação/época:

Por conta das condições climáticas favoráveis, muitas frutas, legumes e verduras ficam mais baratas graças ao volume de produção. Isso sem falar que esses produtos ficam mais saborosos e acessíveis.

Nesse sentido, vale a pena também frequentar locais em que você vai encontrar esses alimentos em preços mais em conta: feiras locais, por exemplo, permitem que o frequentador possa negociar o valor dos produtos e assim, chegar a um valor mais baixo.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
0

2. Varie nas fontes de proteína

Com o aumento no preço da carne vermelha, esse item se tornou raro na mesa de muitos brasileiros. Mas, se você é do tipo de pessoa que gosta de variar na proteína e gostaria de incluir esse alimento na dieta para emagrecer, a dica é: procure por cortes de carne de segunda.

Outra opção utilizada é o peito de frango, já que o alimento é uma ótima fonte de proteínas magras (possui menos gordura) e é mais barato. O ovo também é uma boa opção de fonte de proteínas e não custa caro.

Feijões, lentilha, grão-de-bico e ervilha são boas fontes de proteínas e fibras também podem servir como acompanhamento, como um incremento em saladas ou em pastas como homus.

Veja a lista completa no Alto Astral, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias