Diamond Princess: navio registra terceira morte por coronavírus

O governo japonês anunciou falecimento de um homem japonês com cerca de 80 anos que já havia sido retirado da embarcação

atualizado 23/02/2020 15:06

Stanislav Kogiku/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

Apelidado pela imprensa internacional como “fábrica de doença”, o navio Diamond Princess registrou mais uma morte entre os passageiros que participaram do cruzeiro que se tornou o maior foco de coronavírus do mundo fora da China.

A vítima mais recente foi um homem japonês com cerca de 80 anos que já havia sido retirado da embarcação para tratamento após manifestar os sintomas provocados pela doença.

Na quinta-feira (20/02), as autoridades de saúde pública do Japão anunciaram a morte de dois passageiros: um homem e uma mulher, ambos japoneses e com mais de 80 anos.

A quarentena do Diamond Princess, que ficou ancorado na costa do país asiático, ensejou uma grande polêmica em relação às condições nas quais ficaram passageiros e tripulação ficaram alojados.

Há dúvidas se o isolamento foi a melhor estratégia a ser adotado, pois desde o dia em que o primeiro caso foi revelado até o início do desembarque, na última quarta-feira (19/02), pelo menos 621 pessoas foram infectadas. (Com informações do Daily Mail)

Últimas notícias