Coronavírus se “disfarça” para evitar reação do sistema imunológico

Pesquisa afirma que vírus usa uma enzima para modificar o RNA mensageiro e se infiltrar nas células sem ser percebido

atualizado 29/07/2020 14:47

Ilustração da estrutura do coronavírusAndriy Onufriyenko/Getty Images

A cada dia, a ciência entende um pouco mais sobre como o coronavírus age no organismo e porque ele é tão eficiente. De acordo com um estudo publicado na última semana na revista Nature Communications, o Sars-CoV-2 consegue se camuflar e enganar o sistema imunológico.

Usando uma enzima chamada nsp16, o vírus modifica o seu RNA mensageiro – responsável por levar a ‘receita’ para a área celular onde as proteínas são produzidas – e engana as células, que não reconhecem o material genético como sendo de um invasor e o replicam, permitindo que o vírus se multiplique.

O estudo foi feito por pesquisadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, que conseguiram decifrar a estrutura 3D da enzima. O objetivo é que, a partir da informação, se desenvolvam medicamentos inibidores da nsp16, o que permitiria ao sistema imunológico detectar a invasão e iniciar o combate ao vírus.

“Este é um avanço fundamental para o nosso entendimento do coronavírus”, diz o coautor do estudo, Robert Hromas, ao site Eurekalert.

0

Últimas notícias