Coronavírus pode desencadear novo tipo de diabetes, dizem pesquisadores

Carta publicada na New England Journal of Medicine afirma que a infecção pode, ainda, piorar os casos de pacientes que já têm a doença

atualizado 17/06/2020 12:21

pessoa fazendo teste de glicosemoodboard/Getty Images

O diabetes é uma das doenças consideradas fator de risco para coronavírus: a estimativa é que diabéticos tenham 7% mais chances de desenvolverem complicações caso sejam contaminados.

Porém, de acordo com um artigo de especialistas publicado no The New England Journal of Medicine, o Sars-CoV-2 pode também desencadear o diabetes em pessoas que não têm a doença e pacientes já diagnosticados podem perceber um agravamento da condição.

Pesquisadores do King’s College e Imperial College, de Londres, e de universidades na Alemanha, Austrália, Itália, China, Singapura, Estados Unidos, França e Camarões assinam o documento.

“O vírus usa a enzima ACE2 (para invadir as células e se reproduzir), que é expressada em órgãos e tecidos metabólicos importantes, incluindo células beta pancreáticas, tecido adiposo, intestino e rins. Por isso, é plausível que o Sars-CoV-2 possa causar alterações pleiotrópicas (mutação nos genes) no metabolismo de glicose, que pode complicar a patofisiologia de diabetes pré-existente ou levar a novos mecanismos da doença”, escrevem.

Os especialistas afirmam que outros coronavírus, como o vírus da Sars, também foram responsáveis por alta na incidência de glicemia em jejum e diabetes aguda entre os pacientes diagnosticados.

Segundo eles, ainda não há informações se o diabetes desenvolvido por pacientes que não tinham a doença vai persistir ou retroceder quando a infecção for resolvida.

Para tentar entender melhor a situação, foi criado um site global de registro de pacientes com diabetes relacionada à Covid-19. A ideia é levantar dados para ajudar no tratamento de futuros casos.

De acordo com dados da Federação Internacional de Diabetes, 16,8 milhões de brasileiros têm a doença — 90% deles, o tipo 2, associado geralmente ao sobrepeso. Os níveis altos de glicose no sangue podem diminuir a imunidade do organismo, dificultando a recuperação de qualquer infecção.

0

Últimas notícias