Com novo recorde em 24h, Brasil passa de 20 mil mortes por coronavírus

Dados foram atualizados na tarde desta quinta-feira (21/05), pelo Ministério da Saúde. País registra 310.087 casos confirmados da doença

imagem coronavírus laboratórioBSIP/Colaborador/Getty Images

atualizado 21/05/2020 20:46

Em nova atualização sobre a situação do coronavírus no Brasil, o Ministério da Saúde afirmou, nesta quinta-feira (21/05), que o Brasil chegou a 20.047 mortes em decorrência da doença, registrando um aumento de 1.188 óbitos desde as informações divulgadas na quarta (20/05).

A pasta explica que nem todos os falecimentos aconteceram nas últimas 24h – há casos que ocorreram nos últimos meses que ainda estavam sob investigação e só foram desvendados hoje. De qualquer maneira, o número de registros é o maior até aqui desde que a pandemia começou a ser acompanhada pelas autoridades de saúde. O recorde anterior foi de 1.179 mortes, anotado na última terça (19/05).

A título de comparação, o acidente com o avião da Latam que escorregou da pista de pouso, uma das maiores tragédias do país, matou 199 pessoas. A queda do avião da Chapecoense teve 71 falecimentos. O rompimento da barragem de Brumadinho matou 259 pessoas.

O país chega, ainda, a 310.087 pacientes confirmados com a doença, um crescimento de 18.508 novos casos em um dia. A ampliação da testagem pode ajudar a explicar o crescimento do número nos últimos dias. O Brasil já é o terceiro país mais afetado pela pandemia, segundo a plataforma da universidade americana Johns Hopkins.

Os estados que registram mais casos confirmados e mortes por coronavírus são São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro, Pernambuco e Amazonas. As unidades federativas do Norte e Nordeste do país têm maior prevalência da doença pela situação do sistema de saúde, que é sucateado, a condição socioeconômica da população e a época do ano. Os vírus respiratórios costumam circular mais cedo nos estados ao norte do país.

0

Últimas notícias