Com casos de coronavírus, navio com 3,7 mil pessoas é isolado

Autoridades no Japão confirmaram ao menos 10 pessoas infectadas com o novo coronavírus e todos seguem em quarentena até realização de testes

Reprodução/Twitter

atualizado 05/02/2020 10:10

Um navio de cruzeiro ancorado ao largo da costa da cidade de Yokohama, nas proximidades da cidade japonesa de Tóquio, foi isolado após a confirmação, até o momento, de 10 infectados com o novo coronavírus.

Ao Daily Mail, o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social anunciou nesta quarta-feira (05/02/2020) os resultados dos testes.

0

Segundo autoridades de saúde do Japão, o Diamond Princess está ancorado desde a noite dessa segunda-feira (03/02/2020).

Estão a bordo passageiros provenientes de 56 países e regiões. O ministério vem examinando os mais de 3.700 passageiros e tripulantes que estão no navio.

A quarentena foi iniciada após um morador de Hong Kong, que havia participado de um cruzeiro no navio, ter a infecção pelo coronavírus confirmada assim que desembarcou.

Entrada proibida no país

O governo japonês impôs a proibição da entrada de estrangeiros que tenham estado na província chinesa de Hubei até 14 dias antes de sua chegada ao país.

A medida é para tentar controlar a expansão do vírus no Japão. Fontes governamentais informam que visitantes são convidados a declarar voluntariamente se estiveram em Hubei nos últimos 14 dias.

A quarentena para japoneses que retornaram da capital de Hubei, Wuhan, foi reduzida de 14 para 10 dias. A decisão foi tomada após a Organização Mundial da Saúde (OMS) estimar que o período de incubação do novo coronavírus é de dois a 11 dias.

Últimas notícias