Cientistas estudam remédio de cachorro contra Covid em humanos

Medicamento usado contra câncer em pets mostrou bons resultados em laboratório, mas ainda não foi testado em pacientes

atualizado 23/07/2021 12:12

laboratório pesquisa ciênciaCDC/Unsplash

Pesquisadores da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, estão fazendo uma pesquisa com o medicamento masitinib, usado para tratar câncer em cachorros há mais de 10 anos, contra a Covid-19 em humanos. O estudo foi publicado na revista Science, nesta quarta (21/7).

O remédio se mostrou promissor em laboratório, inclusive contra variantes, eliminando o vírus em placas de Petri e em camundongos. Porém, o medicamento ainda não foi testado em pacientes humanos com Covid-19. Os cientistas pesquisaram quase 2 mil drogas para encontrar uma que funcione, e explicam que o masitinib custa cerca de £ 2 (R$ 14).

“Inibidores da proteína principal do Sars-CoV-2, como o masitinib, podem ser uma maneira potencial para tratar pacientes de Covid, especialmente nos primeiros estágios da doença. A Covid provavelmente ficará conosco por muitos anos, e novos coronavírus continuam aparecendo. Encontrar drogas existentes com propriedades antivirais pode ser essencial para tratar a doença”, afirma Savas Tay, o professor responsável pelo estudo.

Além do coronavírus, o medicamento se mostrou eficaz para outros vírus que causam gripe, hepatite A e poliomielite.

Saiba como o coronavírus ataca o corpo humano:

0

Últimas notícias