Águas Claras: patos e gansos são mortos com tiros de espingarda

Suspeita da administração do parque da cidade é que um grupo de pessoas tenha invadido o local durante intervalo da ronda motorizada

Arquivo PessoalArquivo Pessoal

atualizado 24/06/2019 19:49

A Polícia Civil do DF está investigando a morte de cinco patos e gansos no Parque Ecológico de Águas Claras, na madrugada desta segunda-feira (24/06/2019). A suspeita da administração da reserva é que as aves tenham sido abatidas com espingardas.

“Acreditamos que algumas pessoas pularam a cerca durante a madrugada e aproveitaram o intervalo da passagem da ronda motorizada para fazer isso”, explicou a superintendente de unidade de conservação do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Rejane Pieratti. Segundo ela, já foi registrado um boletim de ocorrência na Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística (Dema).

“Foi um fato isolado, pontual. Já nos encontramos com a Polícia Militar Ambiental para intensificar a vigilância no parque”, prometeu a gestora. Rejane destacou que o parque fica fechado das 22h até as 6h e não é permitido o acesso do público nesse intervalo.

As fotos das aves abatidas circularam nas redes sociais por meio da página da Associação de Moradores e Amigos de Águas Claras (Amaac). O crime revoltou moradores da cidade.

Reprodução/Facebook

 

 

Últimas notícias