Tropas russas entram na segunda maior cidade da Ucrânia, Kharkiv

Vídeos feitos por moradores mostram caminhões de guerra andando pelas ruas. Governador pediu que habitantes fiquem em abrigos

atualizado 27/02/2022 11:17

Uma captura de tela capturada de um vídeo mostra um veículo blindado russo em chamas após ser destruído pelas forças ucranianas em Kharkiv, Ucrânia, em 27 de fevereiro de 2022 Forças Armadas Ucranianas / Folheto/Agência Anadolu via Getty Images

O governador de Kharkiv, Oleh Synyehubov, anunciou, neste domingo (27/2), que tropas russas entraram na cidade ucraniana, após quatro dias de ataques.

Localizada perto da fronteira com a Rússia, Kharkiv é a segunda maior cidade da Ucrânia. Synyehubov ainda afirmou que parte central da cidade está sem energia elétrica e pediu que habitantes permaneçam nos abrigos.

Veja imagens feitas por moradores:

Mais cedo, armamentos russos atingiram um gasoduto em Kharkiv, segundo o serviço estatal de comunicações especiais da Ucrânia.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
Publicidade do parceiro Metrópoles 7
0

Conflito se intensifica na Ucrânia

A Ucrânia viveu nesse sábado (26/2) os momentos mais críticos desde o início dos ataques russos. O terceiro dia de confronto atingiu civis em vários pontos de Kiev.

Putin ordenou uma “ofensiva total” contra a Ucrânia. Houve ainda a aproximação de tropas russas da usina nuclear de Zaporizhzhia, cidade distante 560 quilômetros de Kiev. A situação deixou o governo ucraniano em alerta máximo. Os militares já controlam a icônica Chernobyl, palco de um grave acidente em 1986.

A Rússia não saiu totalmente ilesa. A comunidade internacional fez movimentações político-diplomáticas importantes. A principal delas foi a exclusão de bancos do país do principal sistema bancário global, conhecido como Swift.

Mais lidas
Últimas notícias