Sean Penn diz que destruirá estatuetas se Zelensky for vetado no Oscar

Ator ameaçou derreter seus Oscars caso se confirme suspeita de que Academia barrou discurso do presidente da Ucrânia neste domingo (27/3)

atualizado 27/03/2022 22:19

Getty Images

O ator Sean Penn propôs um boicote ao Oscar e ameaçou derreter seus dois prêmios em público caso se confirme informação que a Academia vetou um pronunciamento do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, sobre a guerra no Leste Europeu durante a cerimônia deste domingo (27/3).

Penn se manifestou em entrevista à CNN, na noite de sábado (26/3). O ator foi convidado pela emissora para falar sobre a situação na região afetada. Ele está produzindo um documentário sobre a guerra na Ucrânia e foi entrevistado na Polônia, onde registra a movimentação de refugiados.

Quem levantou suspeitas sobre a situação foi Amy Schumer, uma das apresentadoras da noite. Durante uma entrevista no início desta semana, a comediante afirmou que está tentando articular um momento para que o chefe de Estado envie uma mensagem durante o prêmio, contudo, não obteve retorno da organização do evento.

Questionado sobre um eventual veto, Penn diz estar ciente da movimentação, e que reza para que isso não tenha acontecido. Do contrário, esse seria o “momento mais obsceno de toda a história de Hollywood”.

“Não há nada mais nobre que a Academia poderia fazer do que dar essa oportunidade a ele, de falar com todos nós. Até porque aí está um cara que entende de filmes, e tem uma longa e bem-sucedida carreira na indústria”, disse o ator.

Ele ainda pediu um boicote à premiação: “Se foi isso mesmo que aconteceu, eu encorajo todos os envolvidos (…) a boicotar o Oscar. Eu mesmo vou derreter os meus em público se isso se confirmar”.

“Eu espero que não tenha havido pessoas arrogantes que decidiram não falar com as lideranças da Ucrânia. Se foi isso o que aconteceu, espero que todos vão embora”, finalizou.

Mais lidas
Últimas notícias