Papa Francisco pede perdão a ciganos romenos por discriminação

Suprema autoridade do catolicismo, ele fez declarações em nome da Igreja durante um encontro com representantes da comunidade na Romênia

RICCARDO DE LUCA/AP/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 02/06/2019 20:50

O papa Francisco pediu perdão aos ciganos em nome da Igreja Católica, neste domingo (02/06/2019). Uma declaração foi feita durante um encontro com representantes da comunidade na cidade de Blaj, na região central Romênia. A informação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo.

“Peço perdão, em nome da Igreja, ao Senhor e a vocês, pelas vezes em que, no curso da história, nós os discriminamos, maltratamos ou os olhamos mal”, declarou Francisco.

Segundo a publicação, a comunidade cigana romena, em geral pobre e marginalizada, é composta por entre um e dois milhões de pessoas em um país com quase 20 milhões de habitantes.

Grupos de defesa dos direitos humanos afirmam que eles são frequentemente mal tratados e vítimas de preconceito.​

Últimas notícias