Vídeo. Corpos de animais se acumulam em rodovias na Austrália

Imagens chocantes mostram milhares de animais mortos depois de fuga desesperada por conta do fogo que avança no país

atualizado 05/01/2020 12:46

Reprodução/Facebook

Pelas rodovias da cidade de Batlow, em Nova Gales do Sul, moradores flagram dezenas de corpos carbonizados ou enegrecidos de animais às margens das pistas. A região foi uma das mais atingidas pelo fogo durante a noite desse sábado (04/01/2020). Um vídeo devastador foi compartilhado nas redes sociais, mostrando cangurus, coalas e ovelhas mortos por conta dos incêndios descontrolados que avançam pela Austrália.

Algumas imagens que viralizaram foram enviadas pelo Batlow Hotel, que mostravam carcaças de ovelhas empilhadas. Segundo relatos de moradores, momentos antes, os animais tentavam derrubar as cercas para fugir (veja o vídeo abaixo).

0

Na  Ilha Kangaroo, a terceira maior da Austrália, as autoridades estimam que ao menos metade da população de coalas que não sofrem doenças fatais e são essenciais para “assegurar” o futuro da espécie foram mortos depois que os incêndios devastaram o santuário desses animais. As informações foram confirmadas por serviços de resgate da região.

A região, formada quase totalmente por reservas naturais, abrigava uma população de cerca de 50 mil espécimes.

Embora os incêndios tenham diminuído neste domingo (05/01/2020), as condições permaneceram “voláteis” e dinâmicas em vários locais, segundo o comissário de bombeiros rurais de Nova Gales do Sul (NSW), Shane Fitzsimmons.

A premiê Gladys Berejiklian disse que, na manhã de hoje, as autoridades não registravam mais desaparecidos na NSW. “Isso é um grande alívio. Nossa missão ontem foi salvar a vida. Nossa missão durante a noite era salvar a vida humana”, explicou.

Com mais de quatro milhões de hectares de terra queimados em todo o país, há temores de que algumas das espécies nativas do país possam estar à beira da extinção. As autoridades sugeriram que os incêndios podem ter levado à morte mais de 500 milhões de animais.

Risco no resgate

As populações de coalas da Ilha Kangaroo são potencialmente as únicas na Austrália e por isso a própria população se mobiliza como pode para tentar salvar os bichos. No entanto, como estes animais geralmente são infectados com clamídia, as autoridades pedem aos habitantes que não levem animais feridos para o continente, pois podem contrair a doença.

“É compreensível e encorajador que as pessoas queiram resgatar esses animais, mas infelizmente isso significa que esses coalas não podem sair da ilha por causa do risco de contaminação da população local”, afirmou o coordenador de recuperação de incêndios florestais do Departamento de Meio Ambiente, Brenton Grear, ao Daily Mail.

Devastação

Imagens tiradas de satélites no espaço, nesse sábado (04/01/2020), mostram espessas nuvens de fumaça tóxica que se elevam pela atmosfera com o avanço dos incêndios catastróficos na Austrália.

O número de mortos em decorrência dos incêndios florestais subiu para 23. O primeiro-ministro Scott Morrison informou que foram convocados 3 mil reservistas das Forças Armadas para atuar em incêndios.

Últimas notícias