Israel critica fala de ministro russo sobre “origem judaica” de Hitler

Em entrevista a uma TV italiana, Sergei Lavrov disse achar que Hitler tinha origens judaica, assim como Volodymyr Zelensky

atualizado 02/05/2022 9:13

Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, fala de possível Terceira Guerra Mundial. Ele olha sério para frente com a bandeira russa atrás - MetrópolesReprodução/Twitter

Em uma entrevista de Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, ele sugeriu que o líder nazista Adolf Hitler tinha “sangue judeu”, como o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky. A declaração fez com que Israel se pronunciasse e classificasse as palavras de Lavrov como “antissemitas e perigosas”.

“É uma declaração imperdoável e escandalosa, um terrível erro histórico, e esperamos um pedido de desculpas”, disse o ministro das Relações Exteriores de Israel, Yair Lapid, ao site de notícias YNet.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Segundo Lapid, o embaixador russo em Israel será convocado para “uma conversa dura” sobre a entrevista de Lavrov.

A entrevista do ministro russo aconteceu no domingo (1º/5), quando Lavrov reiterou que o objetivo da Rússia com a invasão da Ucrânia é “desnazificar” o país. “Ele [Zelensky] apresenta um argumento: que tipo de nazismo eles podem ter se ele é judeu? Posso estar errado, mas Hitler também tinha sangue judeu. Não significa absolutamente nada”, argumentou.

“O povo judeu sábio diz que os antissemitas mais fervorosos geralmente são judeus”, continuou Lavrov.

Mais lidas
Últimas notícias