Irã inicia lockdown de dez dias e Venezuela anuncia adesão à Covax

O Irã busca conter a quarta onda de infecções que atinge o país. Enquanto isso a Venezuela investiu cerca de US$ 64 milhões em vacinas

atualizado 10/04/2021 23:36

Dose de vacina contra Covid em preparação para ser injetada em GoiâniaVinícius Schmidt/Metrópoles

O Irã iniciou neste sábado (10/4) um lockdown de 10 dias para conter a quarta onda de infecções por coronavírus no país. A força-tarefa do governo iraniano encarregada de determinar as medidas de combate à pandemia ordenou o fechamento da maioria das lojas em cidades declaradas como “zonas vermelhas”, ou seja, com alto perigo de contágio.

O governo da Venezuela, por sua vez, anunciou neste sábado que o país sul-americano pagará cerca de US$ 64 milhões para garantir o recebimento de vacinas contra a Covid-19 por meio da iniciativa Covax. O valor representa mais de 50% do valor necessário para um país ser beneficiário do mecanismo, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para facilitar o acesso equitativo à vacinação contra o coronavírus no mundo. Por meio da Covax, a Venezuela conseguirá 20% das vacinas necessárias para imunizar a população do país.

Fonte: Associated Press.

Últimas notícias