*
 

Já são quatro as mortes registradas em decorrência da passagem do furacão Irma na Flórida, nos EUA, segundo o balanço mais recente das autoridades locais, divulgado às 23h de domingo (horário de Brasília). No Caribe, o tornado provocou 28 óbitos nos últimos dias.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos em Miami disse que o fenômeno atingiu a ilha de Cudjoe às 9h10 (horário local). Mais cedo, a parede norte do olho do furacão — uma faixa de nuvens que cerca o tornado com ventos intensos e fortes chuvas — já havia chegado à cadeia de ilhas.

Os ventos sustentados são de 215 quilômetros por hora. Os meteorologistas dizem que uma rajada de 171 km/h foi relatada na ilha Big Pine.

O Centro Nacional de Furacões prevê que o núcleo do Irma vai atingir diretamente a povoada região de Tampa e St. Petesburg, também na Flórida, depois de passar pelas ilhas.

O centro do furacão provavelmente alcançará Tampa por volta das 2h (horário local) de segunda-feira (11/9), mas ventos, chuvas e tornados devem ser observados nessa área muito antes disso.

População sem energia
Funcionários do serviço público da Flórida dizem que mais de 4 milhões de residências ficaram sem energia. O olho do furacão Irma já atingiu as ilhas ao sul do Estado. A Florida Power & Light Company disse que quase 1,1 milhão de clientes estavam sem energia na manhã deste domingo (10). Cerca de 574 mil interrupções eram no condado de Miami-Dade.

O olho do furacão já atingiu terra firme nas ilhas do sul da Flórida e deveria subir a costa do Golfo do Estado. Contudo, os efeitos do furacão estão sendo sentidos mesmo longe do centro por causa da força do Irma.

A Patrulha Rodoviária da Flórida disse que duas pessoas morreram em um acidente na manhã deste domingo (10) no condado de Hardeee, a sudeste de Tampa, que já foi atingido por vento e chuva provocados pelo furacão Irma, mesmo antes da passagem do olho do furacão pela região.

Não foi esclarecido o papel que as condições climáticas tiveram no acidente. A polícia está investigando o ocorrido e ainda não divulgou detalhes.

 

 

COMENTE

furacão Irma
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo