Equipe vence duas das três provas do Tarefão deste sábado (27)

A tarefa de desenhar o prêmio ainda será julgada por professores dos cursos de arte e design da Unip

atualizado 27/04/2019 18:13

JP Rodrigues/Metrópoles

O terceiro e último dia de provas presenciais do Tarefão da Rádio Metrópoles FM mobilizou os participantes da competição na disputa por 60 pontos. As equipes da gincana tiveram encontro marcado no Parque de Águas Claras, entre 9h e 12h, deste sábado (27/04/2019), e tiveram de cumprir três provas no local, valendo 20 pontos cada.

A animação começou logo cedo, com atividades comandadas pelo palhaço Psiu. Ao som de músicas de vários ritmos, o animador fez todo mundo decorar as coreografias e dançar muito. Durante as atrações, pessoas que participavam da gincana e mesmo aqueles que apenas queriam se divertir no local foram agraciados com brindes da Rádio Metrópoles.

Na primeira atividade proposta, ganhava 20 pontos a equipe que conseguisse levar o maior número de parentes ao local antes do meio dia. Os times deviam levar pais, mães, irmãos e filhos e comprovar o parentesco mediante a apresentação de um documento. Logo depois, cada grupo recebeu uma prancheta, canetinhas e o desafio de desenhar o Fiat Mobi da premiação com elementos ecológicos. Neste caso, o resultado será divulgado após avaliação de professores dos cursos de arte e design da Unip, parceira da rádio no Tarefão.

0

 

Para o último desafio, as equipes ganharam uma garrafa da água mineral. O objetivo era jogar a o vasilhame para cima e fazer com que ela parasse em pé o maior número de vezes dentro do prazo de um minuto. Tudo caminhava para a vitória da equipe Águia, com o que parecia imbatíveis cinco repetições em um minuto. Diante de vários times que não pontuaram, a vitória da Águia na prova era dada como certa, até que David Gabriel Souza virou o boné para trás, se concentrou e conseguiu fazer a garrafinha parar em pé nada menos do que 11 vezes.

O adolescente de 16 anos, que não gosta de matemática, diz que o segredo do sucesso foi o cálculo do peso da água. “Eu nunca treinei isso e acho que dei sorte. Das primeiras vezes, eu errei, mas foi só sentir a garrafa e o peso da água que tudo deu certo”, acredita.

A equipe de David, Los P de Souza, também levou os 20 pontos da prova dos parentes. Eles conseguiram reunir 10 familiares no local. “O David também é desenhista, acho que nós fomos bem em todas as atividades de hoje”, diz Luiz Eugênio Souza, produtor cultural e líder da equipe que ganhou 40 pontos e espera levar mais 20 com o melhor desenho.

Devidamente uniformizados com a blusa do Flamengo, o grupo Fulanos de Tal tem entre os membros um já acostumado às competições do Metrópoles. Gustavo Gabriel Conceição participou do Desafio do Fusca em 2018. Como não conseguiu levar o automóvel, resolveu tentar pôr na garagem de casa o Fiat Mobi zero-quilômetro.

“Eu achei que ia ter mais prova física, mas estou respondendo todo dia o quizz e, apesar de não saber desenhar, fui eu que fiz o desenho hoje”, brinca.

Membro da Roqueiros da Igrejinha, Ana Paula Coelho, passou a semana tentando se antecipar às provas que viriam, mas não conseguiu imaginar as tarefas propostas neste sábado. “Foram provas bem emocionantes, que parecem fáceis, mas não são”.

O Tarefão é uma iniciativa da Rádio Metrópoles FM em parceria com a Água Mineral Orgânica, TIM e Unip Ead.

Os questionários diários seguem até o dia 30 de abril.

Últimas notícias