Maria do Rosário lê ata da CCJ devagarinho para atrasar Previdência

Larissa Rodrigues
15/04/2019 17:02

Devagar, quase parando, e com um sorriso no rosto. Foi assim que a deputada federal e vice-líder do PT na Câmara, Maria do Rosário (RS), leu a ata da sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) desta segunda-feira (15/04/19). A intenção da parlamentar era atrasar o andamento da reforma da Previdência na Câmara.

A leitura da ata só foi realizada porque, mais cedo, o PSL, do presidente Jair Bolsonaro, começou a sessão já com uma derrota. Deputados da legenda chegaram horas antes da reunião para apresentar um requerimento pedindo que a ata e demais burocracias fossem retiradas da pauta e os parlamentares pudessem partir logo para a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma e demais projetos de lei. O requerimento foi rejeitado.

Com tudo isso, até mesmo o presidente da CCJ da Câmara, Felipe Francischini (PSL/PR), já acha difícil que a votação do relatório da PEC da reforma da Previdência na CCJ ocorra antes do feriado da Páscoa.

{{ noticia.title }}

{{noticia.authors}}
{{noticia.date}}

Sem mais notícias Sem mais notícias