Metade da comitiva de Bolsonaro aos EUA está com coronavírus

Ministros, secretários, parlamentares e convidados adoeceram. Bolsonaro passou por testes, que, segundo a Presidência, descartaram o vírus

Presidente Jair BolsonaroRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 20/03/2020 12:16

Ministros, parlamentares, secretários de estado, representantes de entidades financeiras, convidados diversos. A lista de adoecimento por Covid-19, transmitida pelo novo coronavírus, na comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na visita a Miami, nos Estados Unidos, não para de crescer.

Nesta sexta-feira (20/03), o número de doentes chegou a 22 confirmados. Com isso, a taxa de adoecimento chega a 48% da comitiva presidencial. Ao todo, 45 pessoas acompanharam Bolsonaro aos Estados Unidos.

Quatro resultados positivos foram anunciados por Bolsonaro nesta sexta-feira. São eles o assessor internacional da presidência, Filipe Martins; o chefe da ajudância de ordens, Major Cid; o chefe do cerimonial, Carlos França; e o diretor do departamento de segurança presidencial, Coronel Suarez.

O primeiro caso envolvendo a comitiva presidencial foi o do secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten. Ele voltou ao Brasil no mesmo avião de Bolsonaro.

Do primeiro escalão do governo, os ministros Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança institucional (GSI), e Bento Albuquerque, de Minas e Energia, testaram positivo.

Na lista estão também a advogada do Aliança pelo Brasil, Karina Kufa, e o empresário Mário Garnero, que viajaram aos Estados Unidos em voos comerciais.

Bolsonaro passou por dois testes, que segundo a Presidência, descartaram a contaminação. O presidente americano, Donald Trump, que teve contato com  a comitiva, também testou negativo.

O grupo esteve nos Estados Unidos entre os dias 7 e 11 de março. A maior parcela se descolou em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Confira o nome dos integrantes infectados pelo coronavírus

  • General Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional
  • Fabio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência da República
  • Nelsinho Trad, senador pelo PTB-MS
  • Nestor Forster, embaixador e encarregado de negócios do Brasil nos EUA
  • Karina Kufa, advogada e tesoureira do Aliança pelo Brasil
  • Sérgio Lima, publicitário e marqueteiro do Aliança pelo Brasil
  • Samy Liberman, secretário-adjunto de comunicação da Presidência
  • Alan Coelho de Séllos, chefe do cerimonial do Itamaraty
  • Robson Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI)
  • Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia
  • Flávio Roscoe, presidente da Federação das Indústria do Estado de Minas Gerais
  • Daniel Freitas, deputado federal (PSL-SC)
  • Quatro integrantes não-identificados da equipe de apoio do voo presidencial aos EUA
  • Filipe Martins, assessor internacional da presidência
  • Major Cid, chefe da ajudância de ordens
  • Carlos França, chefe do cerimonial
  • Coronel Suarez, diretor do departamento de segurança presidencial
0

Últimas notícias