Quarentena gastronômica: as comidas mais pedidas via delivery em Brasília

Você pediu comida durante a quarentena? Veja se as suas escolhas estão entre as mais pedidas em meio ao isolamento

atualizado 01/09/2020 10:57

Entregador de pizzaReprodução/ FreePik

Desde que o novo coronavírus chegou ao Brasil em março e começou a se espalhar, pedir comida passou a ser algo mais frequente para um grande número de pessoas. Mas o que os brasileiros estão pedindo para comer em casa? Para responder a essa questão, o Metrópoles perguntou aos principais aplicativos de delivery que operam na capital quais categorias de restaurantes tiveram mais pedidos durante a quarentena (que ainda não acabou, mas foi flexibilizada com a abertura dos restaurantes em julho).

Para a surpresa de ninguém, os três primeiros colocados foram burgers, sushis e pizzas, que já eram queridinhos da cidade antes mesmo da pandemia. Já os pratos menos pedidos foram os saudáveis e árabes. Os aplicativos não revelaram o crescimento de cada categoria durante a pandemia, mas dá para ter uma ideia da preferência do público nesses tempos de confinamento.

O Uber Eats revelou que a comfort food está ganhando tanto terreno quanto as sobremesas. Com base em uma análise aprofundada, a empresa afirmou que itens como bolos e sorvetes se tornaram uma tendência. “A gastronomia, além de nos proporcionar o prazer de provar um número infinito de sabores e pratos, nos introduz a uma compreensão mais próxima das sociedades, suas respectivas culturas e estilos de vida. Isso é um exemplo de como a comida afetiva e as sobremesas podem nos ajudar a superar esses momentos, que são um grande desafio para muitas pessoas”, afirma Eduardo Donnelly, diretor do Uber Eats para a América Latina.

De acordo com o relatório, as comidas que aumentaram sua popularidade desde o início do isolamento são sanduíches, bolos, receitas italianas, pizza, pratos japoneses e salada.

Já no iFood, entre os itens mais pedidos em Brasília foram os hambúrgueres, carnes, frangos, aves, peixes, frutos do mar, sushis e sashimis. A pesquisa da companhia revelou ainda que, em todo o país, o tipo de estabelecimento que apresentou maior crescimento no período foi o de padarias, que aumentou em 156%. Itens de padaria, como pães, venderam cerca de 3 milhões de unidades no mês de junho, duas vezes mais do que o mês de abril. As pessoas nesse período também procuraram mais comidas indulgentes como doces e bolos, que cresceram 88% no período.

Porções familiares chamam a atenção e são confirmadas pelo pedido superior em itens como carnes, que tiveram um salto de 64% e os pratos italianos que cresceu 62%. É também interessante dizer que os pedidos, apesar de se concentrarem majoritariamente nos períodos do almoço e jantar, cresceram em novas ocasiões de consumo. O aumento de pedidos no café da manhã foi de 133% para dias de semana e de 127% durante os fins de semana.

Novo aplicativo

Brasília recebe, na primeira semana de setembro, mais uma opção de aplicativo focado em alimentação. O 99 Food, serviço de entrega de refeições da plataforma de mobilidade 99, começará a operar no Plano Piloto neste primeiro momento. “Depois, a ideia é expandir para Águas Claras e, aos poucos, conquistar todas as regiões do Distrito Federal”, contou Danilo Mansano, diretor Geral da 99 Food Brasil.

Segundo ele, a operação teve início em Belo Horizonte em outubro de 2019 e segue crescendo pelo país. “Escolhemos não começar por cidades grandes, como São Paulo e Rio de Janeiro. Brasília é um novo desafio, pois é uma cidade diferenciada de todas as outras praças”, explica.

Danilo destaca que a premissa do novo aplicativo é impactar os restaurantes, incentivar os clientes a consumir de pequenos negócios e dar destaque aos empreendedores que estão começando. “Vamos ter, claro, restaurantes já conhecidos e consagrados na cidade, mas também daremos uma boa visibilidade aos que estão no início”.

99 Food
Danilo Mansano, Diretor Geral da 99Food no Brasil

Outro diferencial é a proximidade com os entregadores. “Vimos nesses últimos tempos uma demanda muito grande na qualidade de trabalho dos entregadores de comida. Então a nossa ideia é que eles tenham com a gente entregas que paguem de forma justa, além de um espaço exclusivo para eles descansarem, parar para tomar um café e trocar experiências”, complementa.

Para usuários do aplicativo de mobilidade da 99, não será necessário baixar outro aplicativo: dentro do mesmo haverá uma aba só para o 99 Food. Já os novos usuários podem baixar de forma gratuita a plataforma de entregas, já disponível para iOS e Android.

Sobre as comidas mais pedidas, Danilo entrega que varia de região para região. “Em Belo Horizonte, hambúrguer, açaí, pizza e comidas brasileiras fazem mais sucesso. Já em Curitiba, por exemplo, pizza e carnes são recorde de vendas”. Qual será o ranking brasiliense?

Últimas notícias