Justiça do DF ordena despejo ao restaurante Piantella

Desocupação diz respeito à área do bar. Restaurante acumula dívidas de aluguel e IPTU

Vinícius Santa Rosa/Especial para o MetrópolesVinícius Santa Rosa/Especial para o Metrópoles

atualizado 04/10/2018 20:37

A Justiça do Distrito Federal expediu, na última terça (2/10), ordem de despejo ao restaurante Piantella, em Brasília. A ação foi assinada pela juíza Geilza Fátima Cavalcanti Diniz, da 3ª Vara Cível de Brasília.

De acordo com o site Antagonista, o estabelecimento acumula débitos de aluguel de R$ 170.954,53 e IPTU de R$ 13.020,60 referentes ao ano de 2017 e aos meses já corridos de 2018.

O Piantella tem 15 dias para cumprir a ordem judicial e desocupar a área do bar. Ainda segundo a publicação, o restaurante vai continuar de portas abertas.

 

Piantella Restaurante by Metropoles on Scribd

Em nota, o Piantella manifestou-se sobre a situação:

O Restaurante Piantella, diante das notícias veiculadas nas mídias de todo o país, acerca de eventual ordem de despejo, do imóvel onde está situado o bar do restaurante, vem informar aos seus clientes, parceiros, colaboradores, mídia e credores que:

1- Desde que os novos proprietários adquiriram o restaurante, entenderam que este necessitava de uma atualização e adequação às novas condições de mercado e ao exigente gosto de sua clientela, com a redução do espaço do seu Bar;

2- Apesar de achar o tamanho do bar do restaurante inadequado para os padrões atuais, e visando agradar seus clientes assíduos, tentou-se mantê-lo, apesar do valor abusivo do aluguel, sem obter êxito em sua negociação, o que resultou na ação de despejo em comento;

3- O restaurante não tem interesse em manter um bar à parte, mas sim integrar um novo bar ao salão principal, resgatando o seu projeto original;

4- Tendo a certeza de que as modificações irão atender aos anseios brasilenses e demais habitues do Restaurante Piantella, aguardamos todos na reinauguração do nosso novo bar, em breve.

 

Últimas notícias