Exclusivo: Nikkei fecha e espaço abrigará nova unidade do Santé 13

O projeto abre nesta quarta-feira (16/9) com novidades no menu. Empresários também têm novos planos para a casa japonesa

atualizado 15/09/2020 17:33

Fachada do Santé 13Reprodução/ Instagram

O restaurante contemporâneo Santé 13 vai desembarcar em mais um ponto da capital: às margens do Lago Paranoá. Com abertura programada para esta quarta-feira (16/09), a nova casa ocupará o lugar que antes abrigava o Nikkei, perto da ponte JK.

Segundo Oswaldo Scafuto, um dos sócios do estabelecimento, a decisão de uma segunda unidade do empreendimento veio há cerca de duas semanas. “Nós estávamos com a ideia de não abrir o Nikkei por enquanto, e queríamos já há algum tempo abrir o Santé perto do Lago. Juntamos o útil e o agradável e reformamos o Nikkei para ficar com a mesma decoração do Santé”, contou com exclusividade ao Metrópoles.

Ele explica que o novo local terá os três andares, inclusive o rooftop, mas com a cara do contemporâneo. “Reformamos e deixamos tudo diferente. Quem entrar lá nem irá reconhecer”, afirma. O espaço terá capacidade para cerca de 180 pessoas, mas funcionará de forma reduzida durante a quarentena. “Tudo com segurança para os clientes”, ressalta.

Quanto ao menu, o empresário entrega que haverá pratos exclusivos da unidade. “Será um cardápio com cerca de 80% dos pratos originais e 20% exclusivos do Santé Lago”, adianta. Para quem preferir ficar em casa, o projeto contará com o delivery, que agora abarcará novas regiões além das alcançadas pela casa da Asa Norte.

Quanto ao Nikkei, Oswaldo frisa que, por enquanto, como tudo ainda está muito incerto, a pandemia não está controlada e o movimento está oscilando muito, a ideia é que no primeiro trimestre de 2021 a marca abra em outro ponto. “Queremos à beira do Lago, mas com um ambiente menor e mais intimista”, pondera.

 

Últimas notícias