Entenda como a crise na Turquia ameaça os negócios de Salt Bae

A desvalorização da moeda do país compromete as finanças dos investidores do Rei do Churrasco

Instagram/DivulgaçãoInstagram/Divulgação

atualizado 03/09/2019 18:44

O turco Nusret Gökçe, ou Salt Bae – como é mais conhecido –, é um chef-celebridade. Apelidado de Rei do Churrasco, o cozinheiro acumula cifras impressionantes: 23 milhões de seguidores no Instagram e 10 unidades da Nusr-et Steakhouse pelo mundo. Porém, a crise econômica que assola a Turquia pode atrapalhar a vida dele.

Salt Bae começou sua caminhada ao sucesso global graças aos investimento do bilionário turco Ferit Sahenk. Segundo reportagem da Exame, o empresário é dono do grupo Dogus Holding AS e investiu US$ 9 bilhões em diversos setores na última década.

No entanto, a crise financeira que desvalorizou a Lira (moeda turca) fez com que as dívidas do grupo aumentassem muito. À Bloomberg, o empresário afirmou um corte de 800 milhões euros em seus débitos – acumulados em 2,3 bilhões de euros. A “tesourada” pode atingir em cheio o império de Salt Bae.

Mesmo com o sucesso no Instagram, no qual o cozinheiro aparece ao lado de várias celebridades, os pratos receberam críticas por conta do alto valor. Um corte de Tomahawk, por exemplo, custa US$ 130 (R$ 533). O mau desempenho, somado à crise financeira do principal investidor, ameaça a expansão da rede de Salt Bae.

Mercado complicado

Recentemente, o inglês Jamie Oliver, outro chef conhecido pelos programas de televisão e pela vida de celebridade, viu sua rede restaurantes fecharem no Reino Unido.

De acordo com estimativas, os restaurantes de Oliver fecharam após ele contrair dívidas na casa de 83 milhões de libras.

Últimas notícias