Bao: saiba onde comer o pãozinho chinês cozido a vapor em Brasília

O Metrópoles elencou 6 endereços que oferecem o quitute fofinho

atualizado 23/07/2021 16:55

Uma receita simples: água, farinha de trigo e fermento. Com esses ingredientes, um pouquinho de paciência e a técnica certa, é possível fazer (e degustar) o bao. A receita é nada mais que um pequeno pão cozido a vapor que pode ser recheado de diversas formas chamado Bao (ou bun, em inglês). “O mais clássico é recheado com porco e tem uma dobra específica na qual a massa envolve todo o recheio”, conta Carlitos Artica, chef do Cantón Peruvian & Chinese Food.

Apesar de só agora estar ganhando o paladar dos brasilienses, o preparo de origem chinesa tem descendência milenar no lado oriental do planeta. Reza a lenda que em meados do século III um comandante chamado Zhuge Liang levava o exército de volta para casa após uma batalha. Contudo, no meio do caminho, ele encontrou um rio impossível de atravessar. Para ultrapassá-lo, era preciso sacrificar 50 homens. Para não perder vidas, o general pediu que os cozinheiros fizessem 50 bolinhos recheados de carne, moldados para parecer uma cabeça humana. Nascia assim o bao!

Por aqui, a novidade se popularizou após o chef David Chang, que estrela o seriado Ugly Delicious, da Netflix, usar a massa para criar um dos pratos que ajudou o seu restaurante Momofuku a se tornar uma sensação nos Estados Unidos. Além dele, o quitute aparece também nas telonas, como em Kung Fu Panda, em que os pãezinhos redondos são o lanche preferido do protagonista Po, e no curta-metragem da Pixar chamado Bao, que, inclusive, foi premiado com o Oscar.

Com toda essa fama, ele não poderia estar de fora de alguns dos principais restaurantes de comida oriental do quadradinho. “Em Brasília, estamos tentando introduzi-lo e torná-lo mais popular”, comenta Carlitos. De acordo com o chef, o ideal é “ser servido em uma vaporera de bambu, acompanhado de um molho doce”. Alguns apostam nas receitas mais tradicionais, já outros ousam e implementam elementos de outras culturas. Seja como for, saiba onde encontrar:

Cantón Peruvian & Chinese Food

Novidade em Brasília, o Cantón Peruvian & Chinese Food, comandado pelo chef Marco Espinoza, conta com o preparo no menu. O mais procurado é o Jian Bao (preço sob consulta), que é feito com o pão torrado e cozido no vapor, recheado com porco assado cantonês, vegetais na wok, acompanhado de molho hoisin frutado.

Izakaya Sakeyo

No Izakaya Sakeyo também tem o pãozinho. Por lá, o Nikuman, como é chamado, é um pão fofíssimo recheado com corte suíno. A delícia sai a R$ 10.

Lola

Localizado na 408 Norte, o Lola também tem o bao como opção para os comensais que visitam ao espaço. Por lá, o quitute é vendido por R$ 10 (duas unidades) e R$ 16,99 (quatro unidades). O preparo leva carne suína com acelga, cebolinha e gengibre.

Long

O Long também é outro spot de comida chinesa que implementou o preparo no cardápio. O Bao é feito da forma tradicional chinesa e sai a R$ 7,80. Ele vai recheado com carne suína e tempero da casa.

0
Mei Wei

Os pãezinhos asiáticos fazem sucesso entre a clientela do Mei Wei. A massa é feita artesanalmente na casa todos os dias e recheada com carnes de porco, boi e frango. Dentre as opções, destacam-se o Gua Bao (R$ 15,70), que leva chashu (carne de porco cozida) e hoísin, um tipo de molho chinês elaborado com soja, alho, malagueta, vinagre e melaço, acompanhado por conserva de maçã, farinha de amendoim e coentro; e o Meat Bao (R$ 15,70), que traz no recheio a carne fatiada de boi com cebola caramelizada e maionese.

A opção com frango é o Fried Chicken Bao (R$ 15,70) com o peito da ave empanado em panko, acompanhado por salada coleslaw oriental com repolho e hong-sé, um molho apimentado e agridoce. Há ainda os trios de Bao-Zi (R$ 20,40), com opções em carne de porco, ao estilo cantonês (Char-siu bao), frango ou porco. O campeão de vendas é o Bao-zi de porco com hoisin, recheado com a carne suína e cebolinha.

Pequim

Comandado pelo chinês Lu Tiangui, a casa investe em especialidades de Sichuan. É dessa cidade chinesa que vêm os temperos secretos que Lu usa, por exemplo, no preparo da carne moída que recheia o baozi (R$ 12).

Cantón Peruvian & Chinese Food

Brasília Shopping – Praça de Alimentação – loja 88. Telefone: (61) 3265-8798. De segunda a quinta-feira, das 11h30 às 15h30 e das 18h às 23h. Sexta-feira e sábado, das 11h30 às 23h30. Domingo, das 11h30 às 22h.

Izakaya Sakeyo 

212 Sul, bloco C, loja 28A. De terça a sábado, das 12h às 15h e das 19h às 23h; domingo, das 12h às 15h.

Lola

408 Norte, bloco E, loja 13. Telefone: (61) 3447-8657. De segunda a sábado, a partir das 18h30. 

Long

404 Sul, bloco D, loja 17. Telefone: (61) 3321-1659. Diariamente, das 11h às 22h. Pedidos via Uber Eats e iFood.

Mei Wei

DF Plaza Shopping. Rua Copaíba – lote 1 – Águas Claras. Telefone: (61) 3597-9087. Pedidos  pelo iFood, Uber Eats e 99 Food.

Pequim

405 Norte, bloco C, loja 15. Telefone: (61) 3347-1044. De segunda a sexta, das 11h30 às 15h e 18h30 às 23h. Sábados e domingos, das 12h às 22h.

Últimas notícias