*

Muita gente torce o nariz para comidas com o adjetivo vegano. Bobagem. Assim como toda a gastronomia, basta ser bem-feito para ficar gostoso. Essa é a apostada Baco (408 Sul), eleita a melhor pizzaria da cidade, com o Roquefort de Caju.

O queijo vegano será utilizado em duas receitas da casa: na pizza de Roquefort de Caju, pera e agrião (R$ 69,40); e na salada de Roquefort de Caju, pera, castanha-de-caju e folhas (R$ 32). As delicias chegam ao cardápio nesta quinta-feira (12/7).

Os novos preparos foram testados durante três meses pelo chef e restaurateur Gil Guimarães. Preocupado em oferecer opções veganas, o cozinheiro estava à procura de um produto de alto padrão. A busca não foi à toa: estima-se que de 5 a 7 milhões de brasileiros não comem produtos de origem animal.

O Roquefort de Caju foi desenvolvido pela brasiliense Funghi e Cia, comandada pelos agripreneurs Fábio Gonçalves e Ganchimeg Dalaijargal. A receita leva castanha-de-caju e o óleo de coco.

O sabor característico do queijo azul fica por conta do fungo Penicillium roqueforti, adicionado a uma pasta de castanha-de-caju.