5 dicas práticas de como usar, armazenar e restaurar temperos secos

Usar temperos e especiarias em pó é sinônimo de praticidade na cozinha, mas há alguns segredinhos para elevar a experiência

atualizado 22/03/2021 10:19

EspeciariasUnsplash

Adicionar temperos e especiarias às receitas é um passo na hora de cozinha que para muitas pessoas é apenas um detalhe, mas saiba que essa ação é capaz de transformar preparos.

E se em casa você tem aquele tradicional “cantinho do tempero”, cheio de saquinhos, potes e vidrinhos, saiba que há sim maneiras de usar, conservar e guardar esses condimentos. No artigo de hoje, compartilho dicas de como potencializar esses ingredientes. Confira:

Prefira grãos

Dê preferência para comprar os temperos em grãos: pimentas, noz moscada, o que for. Caso possa moer na hora, escolha essa versão. Explico o motivo: quanto maior a superfície exposta ao ar, mesmo tampado, mais o tempero perde suas propriedades. Ele começa a oxidar, perdendo aroma e sabor. Se estiver em grãos, a qualidade é mantida por muito mais tempo.

Comprou muito? Congele

Não tenha medo de congelar especiarias e ervas secas em saquinhos vedados ou potes. O único cuidado que se deve ter é de descongelá-las na geladeira, por cerca de 12 horas. Isso evita que o tempero pegue umidade por conta da condensação e estrague.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0
Vou guardar ao lado do fogão!

Prática comum, mas a não ser que seu uso seja constante, não faça isso. Calor e gordura são venenos para os temperos. A maioria dos aromáticos de especiarias são lipossolúveis, ou seja, diluem-se em gordura. Isso significa que os vapores de gordura que sobem do fogão podem ficar nos temperos, deixando tudo com cheiro de coifa.

Guarde os temperos longe do calor e da luz, em potes vedados, de preferência de vidro escuro, para evitar a oxidação pela incidência luminosa.

Eles estragam?

Via de regra, a validade é muito maior do que a indicada nos pacotes, porém perdem sabor e aroma. Mas é possível que ele estrague até mesmo antes da hora. Fique atento. Se o tempero apresentar mofo ou empedrar, é sinal de que deve ser descartado. Melhor não arriscar.

Sem sabor

É normal que o sabor fique mais fraco com o tempo. Para resolver o problema, caso o tempero esteja dentro da validade, leve ao forno, dê uma aquecida leve, mexendo de um em um minuto, até que os aromas subam. Mas esse processo só é efetivo por duas a três vezes, no máximo.

Mais lidas
Últimas notícias