Bia Haddad enfrentará Naomi Osaka nas oitavas do WTA de Tóquio

Bia iniciou a semana subindo duas posições no ranking e alcançando o 16º lugar, um posto atrás de sua melhor colocação da carreira

atualizado 20/09/2022 10:23

Kiyoshi Ota/Getty Images

Em busca de voltar ao top 15 do ranking mundial, Beatriz Haddad Maia avançou às oitavas de final do WTA 500 de Tóquio ao vencer a anfitriã Yuki Naito por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, no início da manhã desta terça-feira (20/9). A próxima adversária da brasileira será outra japonesa, a ex-número 1 do mundo Naomi Osaka, atual 48ª colocada.

Após chegar às quartas de final do WTA 250 de Portoroz, na Eslovênia, e ser eliminada pela romena Ana Bogdan, Bia iniciou a semana subindo duas posições no ranking e alcançando o 16º lugar, um posto atrás de sua melhor colocação da carreira, o 15º lugar atingido em agosto. Caso termine o torneio no Japão como campeã, pode subir para a 13ª posição.

A paulista é a cabeça de chave número 5 do campeonato, que conta com a participação de Paula Badosa, Veronika Kudermetova, Garbiñe Muguruza e Caroline Garcia como cabeças de 1 a 4, respectivamente. Todas já avançaram às oitavas de final. Bia também participará da disputa por duplas, ao lado da chinesa Zhang Shuai, com quem desafiará a grega Despina Papamichail e a mexicana Fernanda Contreras Gomez na madrugada de quarta-feira (21/9).

No duelo desta terça com Yuki Naito, Beatriz Haddad Maia teve paciência para encaixar seu jogo no primeiro set e, após buscar o empate três vezes, conseguiu ficar em vantagem ao quebrar o serviço da adversária no sétimo game. Com tranquilidade, fechou a parcial em 6/4. O set seguinte foi ainda mais tranquilo, com grande domínio da canhota brasileira, que teve uma quebra logo no primeiro game, abriu 2 a 0 e não saiu mais da frente do placar até garantir triunfo por 6/2.

Rival de Bia nas oitavas, Naomi Osaka mal jogou para avançar de fase. Isso porque sua adversária, a australiana Daria Saville, sofreu uma lesão no joelho ainda no início da partida, quando a japonesa vencia o primeiro set por 1 a 0, e teve de abandonar o duelo.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias