Militão só descobriu que seria titular na véspera de jogo contra Suíça

Em zona mista, o defensor também defende Daniel Alves: "Todos vão fazer o melhor para ajudar a Seleção"

atualizado 28/11/2022 17:29

O jogador Éder Militão com posse de bola na partida de Brasil contra Suíça na Copa do Mundo do Catar - Metrópoles Harry Langer/DeFodi Images via Getty Images

(Doha, Catar) – Titular pelo Brasil na vitória contra a Suíça por 1 x 0, na Copa do Mundo, Éder Militão, que substituiu o lesionado Danilo, falou na zona mista após o jogo que só descobriu que seria titular na véspera da partida.

“Fiquei sabendo um dia antes”, disse Militão, que fez um jogo regular contra os suíços.

Apesar de Militão atuar como zagueiro, o jogador do Real Madrid já tinha sido testado na posição de lateral-direito no amistoso contra a Gana, em setembro deste ano. O defensor surgiu na função de lateral quando subiu para o profissional do São Paulo, nos anos de 2017 e 2018.

Respeito ao “Vovô Olímpico”

“Fico muito feliz (em ser titular), com todo respeito ao Daniel Alves, mas se o professor tomou a decisão, acho que todos estão ali para ajudar”, disse o camisa 14 do Brasil.

O jogador defendeu o lateral-direito do Pumas, que não atua em partidas oficiais desde 24 de setembro. “Fico muito feliz de puder estar ajudando a equipe. Se for eu, se for o Daniel Alves também, todos vão fazer o melhor para ajudar a Seleção”, completou.

 

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias