Joia do Palmeiras já morou nos fundos de churrascaria e quase foi vaqueiro

O jovem Gabriel Verón já passou por poucas e boas na vida. Hoje vale 60 milhões de euros e será titular nesta terça-feira (8/12)

atualizado 08/12/2020 10:23

Gabriel Veron comemora gol no PalmeirasCesar Greco/Palmeiras

Quem vê o jovem Gabriel Verón fazendo belos gols  e sendo um dos destaques do Palmeiras na temporada, não imagina o que o garoto de 18 anos já passou na vida. Tentando ganhar a vida no futebol, a joia palmeirense já teve que dormir nos fundos de uma churrascaria e por pouco não trocou a bola pela vida de vaqueiro.

O jovem foi criado em Assu, no Rio Grande do Norte, e nunca teve uma vida fácil. Verón, que ganhou o nome devido à idolatria de um vizinho no famoso meia argentino, é filho de um vaqueiro e, quando criança, chegou a ajudar no ganha-pão da família.

Mas logo começou a se destacar no esporte e interrompeu a carreira tocando gado. A mãe foi grande incentivadora da carreira do garoto, fã de Cristiano Ronaldo. Mas foi no futsal que o jovem começou a brilhar e mostrar seu talento com a bola.

Destaque no futsal, o garoto foi aprovado em um teste no Santa Cruz-RN, já para jogar futebol, mas não tinha onde morar. A solução foi passar um tempo nos fundos da churrascaria do dono do time. Mas o jovem nunca se queixou das dificuldades, apenas da saudade da família.

Com 14 anos, Verón já jogava com o time profissional, para adquirir experiência no futebol. “Sempre se mostrou diferente e conseguiu se destacar também. O Vitória e o Athletico-PR demonstraram interesse no Gabriel”, contou Lupércio Segundo, empresário do jogador, em entrevista ao site da ESPN Brasil.

Depois de se destacar no Santa Cruz, Verón foi aprovado em um teste em apenas dois dias no Palmeiras. Em pouco tempo já era chamado para as categorias de base da Seleção Brasileira e no ano passado foi eleito o melhor jogador da Copa do Mundo sub-17.

Também em 2019, o garoto de 17 anos estreou no profissional do Palmeiras e se tornou o segundo jogador mais jovem a marcar pelo clube. Em 2020, se tornou o mais novo a fazer gols em Libertadores com a camisa do alviverde.

Aos 18 anos, tem multa rescisória de 60 milhões de euros, cerca de R$ 370 milhões. E nesta terça-feira (8/12) deve ser titular contra o Libertad, na partida de ida das quartas de final da Libertadores.

 

Vídeos
Últimas notícias