*
 

O atacante Jobson, 30 anos, assina, nesta terça-feira (10/7), às 16h, contrato com o Brasiliense Futebol Clube, a equipe que revelou o jogador ao país. Ele já está treinando no CT do Jacaré desde esta segunda-feira (9), mesmo local da assinatura do compromisso, no Setor de Clubes Sul, Trecho 2 Lote 3.

Jobson, cuja suspensão de três anos do futebol imposta pela Fifa terminou em 31 de março deste ano, comemorou, em sua conta no Instagram, a volta a um clube de futebol.

Ele publicou três posts na rede social, aliás. Em um deles, mostrou um vídeo cumprindo exercícios em uma bicicleta ergométrica, ao lado de Radamés, ex-namorado da atriz e rainha de bateria Vivianne Araújo. Em outro, posou ao lado do filho. E, no primeiro deles, escreveu: “Começou a volta por cima e o foco também”.

começou a volta por cima foco tbm

Uma publicação compartilhada por Jobson (@jobson11) em

“Fomos o primeiro clube que o jogador procurou, há alguns meses. O Brasiliense deu abertura para mais essa volta ao futebol do Jobson, ele gosta muito daqui”, afirmou Luiza Oliveira, diretora de futebol do clube. Segundo Luiza, era para o atleta ter vindo como reforço para a Série D do Campeonato Brasileiro, mas “algumas complicações jurídicas atrasaram essa chegada”. O Brasiliense foi eliminado pelo Campinense, da Paraíba, nas oitavas de final da competição, no mês passado.

E quanto ao fato de Jobson ser um atleta com histórico de problemas judiciais? “Sabemos que ele é um jogador controverso, já se meteu em um monte de besteiras, mas é um jogador muito bom. De minha parte, resolvi dar essa segunda chance para ele. O Jobson ainda é novo, tem apenas 30 anos, pode jogar muito tempo ainda. Espero que ele tenha muito sucesso”, disse a diretora de futebol do Jacaré.

Suspensão
Jobson foi suspenso pela Fifa em abril de 2015, por um período de três anos, de exercer qualquer atividade relacionada ao futebol até 31 de março de 2018. A acusação partiu do Al Ittihad, clube da Arábia Saudita, porque ele teria se recusado a fazer exame antidoping. A entidade acatou. Com o fim da suspensão, ele pode voltar a jogar futebol profissionalmente.

Desde a suspensão imposta pela Fifa, porém, ele se envolveu em uma série de confusões. E até chegou a ser preso, em setembro de 2017, acusado de estupro de vulneráveis. Jobson deixou a prisão em 27 de março deste ano, seis meses após ser detido.

Depois de surgir no Brasiliense, Jobson chegou ao Botafogo e ajudou o time a se livrar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, em 2009. O atleta acabou dispensado do alvinegro carioca após casos de indisciplina. Na sequência, passou por Atlético-MG, Bahia, Grêmio Barueri e São Caetano, até chegar ao Al-Ittihad, da Arábia Saudita, quando, com a polêmica do doping, acabou suspenso pela Fifa.