Autópsia preliminar indica que Maradona morreu por insuficiência cardíaca aguda

Ídolo da Argentina e do futebol mundial morreu aos 60 anos nesta quarta-feira (25/11)

atualizado 25/11/2020 23:54

Diego MaradonaDavid Cannon/Allsport

A autópsia preliminar feita na noite desta quarta-feira (25/11) indicou que Diego Armando Maradona morreu por insuficiência cardíaca aguda. O procedimento teve 2h30 de duração.

A análise indicou que Maradona sofreu uma insuficiência congestiva crônica, resultando em um edema no pulmão. Uma nova autópsia, definitiva, será divulgada em até 48 horas.

O Canal 5 notícias, da Argentina, afirmou que a família do craque desconfia que o quadro de Maradona pode ter sido causado por erro em prescrição de medicamento. Além disso, a alta recebida após cirurgia no cérebro também é questionada.

0

Vídeos
Últimas notícias