Após tri mundial, Medina diz que ama um desafio e quer distância de polêmicas

Surfista conquistou o tricampeonato mundial, entrou para uma seleta lista na modalidade e agora quer fugir de polêmicas

atualizado 16/09/2021 14:51

Gabriel Medina CampeãoReprodução / Instagram

Os últimos meses foram uma verdadeira onda de emoções para Gabriel Medina. Depois de ficar em quarto lugar nos Jogos de Tóquio, com direito a muita polêmica fora do mar, o brasileiro foi tricampeão mundial, aos 27 anos, entrando para o grupo de surfistas com três títulos do circuito.

Em entrevista ao UOL, o surfista desabafou sobre as polêmicas nas redes sociais nas Olimpíadas no Japão e afirmou que é movido por um bom desafio.

E agora?

Questionado sobre os próximos passos após o tricampeonato mundial, Medina preferiu não cravar um caminho a ser seguido, mas que ama um bom desafio.

“Na verdade eu queria deixar a poeira baixar um pouco. E viver um pouco, pelo menos esses próximos dias. Eu amo competir, eu amo surfar… mas (quero) parar pra pensar e traçar meus próximos objetivos. Estou com 27 anos, sonho realizado, concluído. Mas eu amo desafio, ser desafiado. Eu quero inventar alguma coisa aí, só não tenho certeza o que vai ser”, disse Medina.

Polêmicas

O surfista também falou sobre a exposição que sofreu nas redes sociais nas últimas semanas, principalmente durante os Jogos de Tóquio, como a proibição da presença da namorada Yasmin Brunet em Tóquio, pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

“Na verdade, é muito difícil se posicionar. É… na verdade… eu queria deixar essas pessoas viverem na minha pele um tempo pra ver. Porque é de tudo que é lado. No mundo de competição, fora da competição, problemas pessoais que as pessoas se envolvem. Então é uma mistura, todo mundo quer se envolver, não têm muita informação, mas querem resolver. E fica essa má informação no caminho. E claro que acaba afetando, porque é o meu nome, meus problemas, minhas coisas. E ao mesmo tempo, eu estou no circuito mundial, me preparando pra decidir minha vida ali, naquele momento, e é muito difícil separar essas coisas. É o preço que a gente paga, tem que tirar o melhor disso, aprender, escutar..”, afirmou.

E que agora quer distância de polêmicas para focar em fazer o que mais gosta. “Difícil se posicionar em qualquer situação, porque cada um tem uma opinião e um jeito de viver, e ao mesmo tempo querem que você faça o que elas acreditam e o que todo mundo tá fazendo. Particularmente, prefiro ficar em silêncio, fazer o que eu amo, sem julgamentos. Só quero ficar na minha e o que eu puder ajudar, eu vou ajudar”, concluiu.

 

Vídeos
Últimas notícias