Filho de Hebe vira apresentador e sonha entrevistar “pioneira do selinho”

Em seu programa na web, Marcello entrevista famosos que tiveram alguma ligação com a mãe

atualizado 29/09/2020 17:48

Marcello Camargo e Hebe CamargoReprodução

Aos 55 anos, Marcello Camargo leva uma vida simples, bem diferente de todo glamour que girava em torno de sua mãe, Hebe Camargo, que faleceu há exatos oito anos, em 29 de setembro de 2012.

Apesar de discreto, ele tem enfrentado as câmeras para dar continuidade ao legado da estrela, no programa virtual Café com Selinho, onde mantém o humilde número de 2,4 mil seguidores no Instagram e pouco mais de 19 mil inscritos no YouTube.

“O Café Com Selinho veio do nada, eu pensando à noite. O selinho foi uma marca dela que pegou. Todo mundo que ia ao programa queria o selinho dela. Quando pedem, dou selinho também. Mas, agora na época do coronavírus, só de máscara (risos)”, brincou Marcello, em bate-papo com a Quem.

Ele revelou ter o sonho de entrevistar para o projeto a primeira artista a beijar a boca de sua mãe na TV, em 1997: Rita Lee. “Ela que começou essa história com minha mãe. Passando a pandemia, vou procurá-la para fazer essa entrevista. Se ela quiser, vou até à casa dela. Será uma honra e tenho certeza que ela me contará muitas histórias boas de minha mãe”, disse.

0

Na atração para web, o apresentador entrevista famosos que tiveram alguma ligação com Hebe. Marcello já gravou com Tom Cavalcante, Carlos Alberto de Nóbrega, Mara Maravilha e outros.

Questionado sobre nutrir alguma preocupação de pessoas falarem que ele vive à sombra da mãe, Marcello nega. “Acho uma bobagem isso de ter que ser visto como Marcello e não filho da Hebe. Ser filho da Hebe é um presente enorme para mim. Entendo totalmente de boa as diferenças entre as nossas carreiras. Ela era a rainha da TV brasileira. Sei que as proporções são gigantescas. Minha intenção é manter o legado e a memória da minha mãe viva”, reforça.

Últimas notícias