Em tempos de Covid-19, TV incorpora internet e fica mais moderna

Atrações como Conversa com Bial e Encontro com Fátima alteraram o formato para voltar ao ar, com comunicação via videochamada

Divulgação

atualizado 28/05/2020 16:36

Desde o início da pandemia por conta do coronavírus e o decreto de isolamento social, no começo de março, as emissoras precisaram suspender as gravações de todos os seus programas ao vivo. O motivo seria para não colocar os profissionais e a platéia (quando houvesse) em risco. Agora, após as reprises tomarem conta das telinhas, as principais emissoras do país deram um jeitinho de voltar a transmitir suas atrações inéditas.

Para não colocar o apresentador, o entrevistado e o público em risco, as transmissões no modelo ao vivo tomaram conta das emissoras. Atrações como Conversa com Bial, Encontro com Fátima Bernardes e outras aderiram ao novo formato de entrevistas a distância.

Dentre os destaques dos programas gravados totalmente de casa está o Conversa com Bial, apresentado por Pedro Bial. A atração estava pronta para voltar à Globo pouco antes de começar a pandemia e acabou indo com os planos por água baixo. Para resolver a situação, o programa retornou ao ar no último dia 18 com um formato bem diferente do convencional.

“O trabalho é completamente diferente, é mais trabalhoso, porque cada um está fazendo da sua casa o que fazíamos da mesma sala. Então estamos pegando o jeito, cada vez rola de uma maneira mais fácil”, contou Bial em entrevista ao Metrópoles.

Com uma lista de entrevistados de peso, como Glória Maria, William Bonner e Paulo Gustavo, Bial não precisou ir até os estúdios Globo para apresentar seu programa. Por videoconferência, ele conversa com os participantes cada um de sua casa. O apresentador explicou que a escolha dos entrevistados é uma discussão de toda a equipe do programa e, além disso, a equipe oferece um tutorial da plataforma de chamadas de vídeo ao convidado, para, segundo Bial, “tornar o ambiente menos hostil”.

“Em geral eu não espero repercussão, eu tento fazer o meu de maneira bem honesta. Agora, eu tinha sim [expectativas], estava muito motivado pela coisa do novo formato, por esse caminho que estamos abrindo, trilhando, que amplia as capacidades da televisão e também tira a internet de certos nichos onde, às vezes, ela se vê reduzida, como as redes sociais”, explicou o apresentador.

Sobre a crise do coronavírus e a oportunidade de distrair o público das notícias intensas que decorrem o dia, Bial comentou: “Escapar momentaneamente desse mesmo tema que nos trucida e que é brutal, ficar contando mortos, vivendo nessa situação de confinamento. Tudo que a televisão pode oferecer de informações também pode oferecer de escapismo, de sonhar, de pensar coisas bonitas”.

0
Apenas o apresentador em estúdio

Outros programas também sofreram alterações, mas não tão bruscas como a de Bial. No Encontro com Fátima Bernardes, que passa diariamente nas manhãs da Globo, a apresentadora aparece ao vivo no cenário convencional do programa, mas todos os entrevistados surgem apenas por chamada de vídeo, evitando o contato entre os mesmos. Acontece que, neste caso, é necessário a equipe de gravação do programa, o que, consequentemente, deixa um grupo exposto ao vírus.

Além dos convencionais programas das telinhas, a quarentena fez com que novas atrações surgissem, gravadas completamente de casa, com cenário inédito. Em meio à pandemia, Anitta resolveu se esbaldar na apresentação do programa Anitta Dentro da Casinha.

O programa é todo gravado da casa de Anitta, no Rio de Janeiro, apenas com pessoas que estão cumprindo quarentena com ela. A atração é transmitida no Multishow e com produção, iluminação, gravação e direção toda feita pela funkeira. “É um perrengue. Tem que pintar parede, pregar quadro, subir móvel. Meu Deus, devia se chamar Perrengue na Casinha. Até emagreci de tanto sobe e desce”, contou a artista.

É um fato que o programa de Anitta rende boas risadas. Nos episódios, ela liga para amigos, como Pabllo Vittar, e faz piadas sobre situações da sua vida e polêmicas que está envolvida. No último programa, por exemplo, comentou sobre seu status de relacionamento com o ex-De Férias com o Ex Gui Araújo de forma cômica.

Plateia virtual

Já o SBT, conhecido pelos seus programas de auditório, precisou usar as videoconferências para continuar com a “lei” das plateias. No Domingo Legal, por exemplo, Celso Portiolli apresenta o programa no estúdio enquanto o público virou uma série de monitores, espalhados pelo auditório, com imagens de pessoas reagindo as brincadeiras que acontecem no palco.

Além do Domingo Legal, o Programa do Ratinho também aderiu ao formato. Mesmo que a recepção não seja tão calorosa quanto o convencional, foi uma saída que a emissora encontrou para dar mais vida aos programas.

Para as novelas

O impacto do coronavírus e o uso de novas tecnologias para gravações não parou apenas nos programas de auditório. As novelas, principalmente as típicas produções da Rede Globo, precisaram sofrer mudanças significativas para voltarem ao ar o mais rápido possível. Até o momento, tramas como Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder ainda estão sendo substituídas por reprises, como Totalmente Demais e Malhação: Viva a Diferença.

Com o retorno das gravações, aplicativos de chamada de vídeo serão utilizados para diálogos entre as personagens, assim como está sendo feito nos programas de auditório. Até então, nenhum personagem das tramas deve contrair o coronavírus, com a doença sendo apenas citada.

Últimas notícias