Chegada de Mion a Globo é mais um passo da “MTVização” da emissora

Ao longo de duas décadas, o canal carioca trouxe vários talentos da emissora jovem para renovar a programação

atualizado 16/09/2021 17:45

ex-vjs-da-mtv-se-reuniram-em-sao-paulo-para-comemorar-o-aniversario-de-25-anos-da-emissora-que-deixou-a-tv-aberta-em-2013-zeca-camargo-fernanda-lima-astrid-fontenelle-marcos

Quando o streaming chegou ao Brasil muita gente achou que a TV tradicional estava com os dias contados. Mas não é de hoje que a Globo enfrenta ameaças e profecias apocalípticas e, aos trancos e barracos, consegue se manter no topo do mercado. A recente chegada de Marcos Mion, acompanhado de recepção positiva do público, marcou uma das maiores mudanças no canal nos últimos 20 anos. Porém, a contratação do novo comandante do Caldeirão também demonstra uma outra estratégia da emissora, uma espécie de MTVizaçaõ, com a contratação de antigos VJs.

Da turma que esteve na MTV no começo dos anos 2000, fazendo bastante sucesso com programas de comédia, estão hoje na Globo: Marcos Mion, Tatá Werneck, Dani Calabresa e Marcelo Adnet. Todos com destaque e protagonismo na nova emissora. Mas, se essa recente leva de contratados está dominando a telinha, o intercâmbio entre os dois canais começou ainda nos anos 1990.

Um dos rostos do GNT, por exemplo, Astrid Fontenelle foi a Primeira VJ a botar o rosto na MTV brasileira, onde apresentou programas como o Disk MTV, Barraco e Pé na Cozinha. Ela estreou no canal de televisão da Globosat em 2007, apresentando o Happy Hour, e desde então não saiu mais do grupo Globo.

0

Zeca Camargo começou sua carreira na TV como diretor de jornalismo da MTV antes de ser contratado pela Globo, em 1996, para ser repórter do Fantástico. A parceria entre Zeca e a emissora carioca durou 24 anos e terminou só no ano passado, quando ele anunciou sua demissão. Na mesma época em que ele chegou na Globo, Maria Paula também migrou para o canal, trocando o MTV Al Dente pelo Casseta & Planeta Urgente.

O processo de “mtvização” continuou nos anos 2000, com a aquisição de nomes como Fernanda Lima e Didi Wagner e, posteriormente, com o time de humoristas descolados do canal, que incluía artistas como Marcelo Adnet, Dani Calabresa e Tata Werneck. Esses três deixaram o canal logo que a parceria entre o grupo Abril e a Viacom dos Estados Unidos terminou, em 30 de setembro de 2013, dando fim a exibição da MTV na TV aberta.

A contratação mais recente da Globo também é cria da MTV. Logo depois de fazer o jovem Max, na série Sandy & Junio, em 1999, na Globo, Marcos Mion aceitou o convite da MTV. Desde então,  sonhava em retornar à líder de audiência, o que só aconteceu este ano.

Marcos Mion Caldeirão
Marcos Mion começou na MTV

A estreia de Mion no Caldeirão, há duas semanas, mostra que apesar de não ser nova, a estratégia de apostar em atrações e apresentadores descolados, capazes de agregar leveza e humor à programação, continua funcionando. Nos dois últimos domingos em que comandou o programa, Mion não só elevou a audiência, como mostrou que aprendeu muito com a experiência da juventude.

Um dos pontos altos do Caldeirão sobre o seu comando é justamente o quadro Isso a Globo Mostra – praticamente uma homenagem ao programa Piores Clipes do Mundo, que foi ao ar entre 2000 e 2001, apresentado por ele.

Mais lidas
Últimas notícias