No dia da posse de Biden, Natiruts lança canção-manifesto pela democracia

Alexandre Carlo se uniu a Yalitza e Ziggy Marley para compor a faixa, que prega a união dos povos americanos

atualizado 20/01/2021 17:24

América Vibra, nova música de Ziggy Marley, YalitzaDivulgação

Em meio à polarização que vem marcando o debate político e ideológico nos últimos anos, o Natiruts convidou um dos maiores nomes do reggae mundial, Ziggy Marley,  e a atriz mexicana indicada ao Oscar, Yalitza Aparicio, para cantar um manifesto de união e esperança para os povos americanos.

América Vibra chega nesta quarta-feira (20/01), às plataformas de streaming, e no canal do Youtube do Natiruts, às 14h, com clipe produzido a partir de imagens simbólicas do Brasil, México e Estados Unidos.  Segundo Alexandre Carlo, líder da banda brasiliense, tanto a letra quanto o audiovisual refletem sobre a necessidade de derrubar muros “físicos e invisíveis”.

“A música surgiu de forma lúdica, inspirada em uma série de fatos que estão ocorrendo no Brasil e no mundo. Como integrante do Natiruts, tenho a consciência de que a gente tem um papel importante entre as pessoas que nos seguem, que escutam nossas músicas, no sentido de estar sempre renovando a esperanças e ao mesmo tempo informando”, destacou o músico ao Metrópoles.

Composição de Alexandre e Ziggy, a letra traz mensagens potentes de empoderamento, nos três idiomas mais falados na américa: português, inglês e espanhol. “Consegui desenvolver as partes em português e espanhol. Faltava o trecho em inglês e tivemos a ideia de convidar o Ziggy. Além de ter tudo a ver com a proposta, somos todos admiradores do trabalho dele e do legado que ele carrega, sendo filho do Bob Marley. Ficamos muito felizes por ele ter aceitado”, contou Alexandre.

O nome de Yalitza foi sugerido pela Sony.  Ela foi a primeira artista indígena do México a ganhar uma indicação ao Oscar como melhor atriz. Além disso, já figurou na lista dos 100 mais influentes do mundo pela revista TIME. “É uma artista muito talentosa e que traz legitimidade e representatividade para a canção”, elogiou o brasiliense.

0
Mensagem

A data de lançamento da nova canção do Natiruts não foi escolhida ao acaso. Também está marcada para esta quarta-feira, 20 de janeiro, às 14h (horário de Brasília), a posse do novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e de sua vice, Kamala Harris. Para a banda de reggae, o evento simboliza a vitória da democracia sobre o autoritarismo.

“O mundo está percebendo que houve uma ascenção de lideres que se comunicam de forma intolerante, autoritária e desrespeitosa. Negando a ciência, desprezando órgãos que já trabalham em certas frentes. O povo norte-americano foi o primeiro a renegar esse tipo de líder, a mostrar que a comunidade civil está de saco cheio desse tipo de autoridade”, avalia.

0

Ziggy também falou com o portal sobre colaboração, que classificou como progressista. “O que aprendi desde quando era um bebê, antes de aprender sobre música, é o que faz criar  a música. Não é sobre o som, mas sim as minhas raízes, e as minhas raízes eram sobre humanidade. O meu legado é sobre humanidade”, analisou o músico jamaicano, radicado nos EUA.

Voz do trecho “não queremos muros, nós somos pontes”, Yalitza  acredita que a canção reflete seu ativismo político. “Espero que ela chegue aos ouvidos de muitas pessoas, que elas tenham tempo para ouvir a letra, que fala sobre  continuarmos unidos e crescendo como sociedade, sobre quebrar todas as barreiras que temos formado por tanto tempo”, comentou Yalitza ao portal.

Time premiado

Para além dos interpretes estrelados, América Vibra reúne um time premiado nos bastidores. Felipe Tichauer, responsável pela masterização, tem 26 indicações ao grammys Latino e Americano no currículo; Tony Maserati um dos mais bem-sucedidos engenheiros de som do mundo, com trabalhos para artistas como Beyoncé, Ariana Grande, Adam Lambert, entre outros, assina a mixagem.

O trabalho conta ainda com arte de capa do paulista Kobra, um dos mais importantes muralistas da atualidade, com obras em cinco continentes.

Últimas notícias