Conheça Lean On Me, música que inspira protestos antirracismo nos EUA

Lean On Me, gravada em 1972 por Bill Withers, cita as dificuldades durante a vida, mas mostra que sempre há alguém para se apoiar

atualizado 04/06/2020 9:17

George FloydReprodução/ Twitter

Desde o último final de semana, protestos antirracismo tomaram conta dos Estados Unidos após a morte do ex-segurança George Floyd, de 40 anos, asfixiado por um policial branco em Minnesota. Manifestantes usam de todos os meios para mostrar sua indignação com o racismo que ainda rodeia o país e escolheram a música Lean On Me (1972), de Bill Withers, para ilustrar o momento.

Um vídeo de manifestantes cantando a canção em coro perto da Casa Branca, em Washington, tomaram as redes sociais. Nas imagens emocionantes, a música ecoa por um rio de pessoas que gravam com os celulares e seguram placas com frases de luta contra o racismo e em homenagem a George Floyd.

Lean On Me (Apoie-se em Mim, em tradução livre) fala sobre as dificuldades que todo ser humano enfrenta durante a vida, mas mostra que sempre há alguém para se apoiar em meio à dor e sofrimento.

“Às vezes em nossas vidas/ Todos nós temos dor/ Todos nós temos a tristeza/ Mas se formos sábios/ Sabemos que há sempre um amanhã”, cita um trecho da música. Já o refrão, faz jus ao apoio do outro nos momentos de dor: “Apoie-se em mim/ Quando não estiver forte/ E eu serei seu amigo/ Eu ajudarei você a prosseguir/ E não demorará/ Até que eu precise/ De alguém para me apoiar”.

Últimas notícias