Ana Lélia e Theo Croker lançam em parceria a música Meu Cantinho

A música Meu Cantinho é o primeiro lançamento do novo álbum de Ana Lélia, batizado de Menina Flor. Theo Croker é um trompetista consagrado

atualizado 27/05/2021 12:01

Ana Lélia e Theo Croker @nathaliamillen/Imagens cedidas ao Metrópoles

“Deu química”. As palavras são do trompetista norte-americano Theo Croker sobre a canção Meu Cantinho, feita em parceria com Ana Lélia. Escrito pela cantora radicada na capital federal e pelo produtor Jonathas Pingo, o single tem o lançamento marcado para esta sexta-feira (28/5) nas plataformas digitais. Quem der o play será contagiado por samba Bossa Nova, além de doses extras de “alegria, leveza, paz e amor à música”, conforme entrega a artista em entrevista ao Metrópoles.

Em visita ao Brasil, Theo conheceu Ana Lélia por meio de uma amiga em comum, a jornalista Juliana Amaral. Ela “sentiu no coração” que precisava fazer o possível para apresentar os dois talentosos artistas. Como o trompetista iria passar uma temporada em Brasília, a cantora não pensou duas vezes: convocou o produtor Pingo e, juntos, fizeram uma composição a fim de que Theo colaborasse. Ele aceitou de imediato, afinal, garante “viver pela música”.

Não faltou sintonia no primeiro encontro do trio — Ana Lélia, Theo e Pingo. “Nós nos divertimos muito. Falamos sobre a vida e a música. Quando eles compartilharam a ideia de colaboração em uma de suas canções, me senti tocado com o que ouvi. Tinha calor e flutuava com as vibrações”, recorda o trompetista. De acordo com a cantora, foi emocionante ver a construção da canção sendo feita com a “energia tão para cima”.

Ana Lélia
Ana Lélia produziu o single com Jonathas Pingo e Theo Croker

Na avaliação de Ana Lélia, os ouvintes vão sentir a empolgação que norteou o desenvolvimento de Meu Cantinho desde os primeiros segundos. “Ficamos emocionados e gratos por ele [Theo] aceitar participar desse projeto. Foi algo muito especial e mágico. Esse foi um daqueles momentos que ficam eternizados na nossa vida”, classifica a cantora. O trompetista não costuma aceitar parcerias instantaneamente. A princípio, ele busca sentir a energia da canção e do artista por trás da composição.

Brasil

Ao deparar-se com o entusiasmo de Ana Lélia, não sobraram dúvidas para Theo dizer sim à parceria: “Sou muito seletivo com quem colaboro. Geralmente, eu recuso várias propostas de trabalho, algumas até de grandes nomes. Ana e Pingo são almas que vibram. Isso transparece na música deles”, defende. Questionado a respeito do que o projeto mais o surpreendeu, o trompetista garante poder contribuir com o som do Brasil. Ele confessou ser fascinado pela música verde-amarela.

Theo Croker
Theo Croker e Ana Lélia lançam a música Meu Cantinho

Em fevereiro, o artista de origem norte-americana concedeu entrevista à revista Veja. No bate-papo, Theo Croker enfatizou querer se conectar por meio da música com a geração da qual faz parte, com os novos jovens e a comunidade negra na qual cresceu. Atualmente com 35 anos, ele analisa a colaboração Meu Cantinho como uma oportunidade de sintonizar com os brasileiros, população formada basicamente por 40% de jovens e 54% de negros, segundo dados do IBGE.

“A comunidade brasileira é meu foco nesse projeto e em outros. Pelo que eu já vi e senti, é um povo vibrante, repleto de vida e de amor pela música. Meu som pertence exatamente a esse tipo de atmosfera”, argumenta o trompetista. Ao abordar sobre as novas empreitadas, Theo contou que os álbuns gravados em 2020 serão lançados em breve. Nos próximos três meses, alguns singles irão estrear nas plataformas digitais. Ele convidou artistas para participarem das composições, como Wyclef Jean, Ari Lennox, Kassa Overall, entre outros.

Theo Croker
Theo conheceu Ana Lélia em viagem pelo Brasil. Ele mora nos Estados Unidos
Projetos

O artista não vê a hora para que as novas músicas conquistem o Brasil. Visionário, ele tem outros projetos saindo do forno. Ao Metrópoles, Theo compartilhou detalhes: “O primeiro de vários álbuns que eu produzi, incorporando vocais no corpo da música. Isso faz parte de um novo selo que lancei, chamado Star People Nation (SPN Records), feito em parceria com a Sony Masterworks. A iniciativa número um dessa nova empreitada chega em setembro”.

Nos últimos meses, Ana Lélia lançou algumas músicas. Inspirado na mensagem de resiliência e fé, o single Fly Away traz a voz da artista de coração brasiliense e do cantor de soul Peter Collins. Em março, a cantora gravou a composição Entirely com Christiana Danielle, ex-The Voice dos Estados Unidos. “Essas canções foram gravadas em inglês e estão nas minhas plataformas digitais”, avisa. A respeito dos novos projetos, a artista tem trabalhado no álbum Menina Flor.

Feita em parceria com Theo Croker e Jonathas Pingo, a música Meu Cantinho é a primeira canção do novo álbum. O projeto Menina Flor celebra a arte e a musicalidade percussiva brasileira. Ana Lélia chamou alguns artistas para colaborar, como os cantores Márcia Tauil e Sebastião Rodrigues, mais conhecido como Tiãozinho do Squema Seis. “Esse álbum é muito especial. Imperdível! Nos próximos meses, iremos dedicar espaço para lançar cada uma dessas canções individualmente”, revela.

Ana Lélia
A cantora batizou o novo álbum de Menina Flor
Futuro

Tanto Ana Lélia quanto Theo Croker não pretendem ficar apenas na parceria Meu Cantinho. Tendo em mente a máxima “o que futuro reserva”, os artistas estão abertos à possibilidade de se unirem em novas empreitadas. “Seria uma grande bênção fazer mais projetos com o Theo. Eu e o Pingo estamos disponíveis a novos caminhos e encontros musicais”, endossa a cantora. Ela completa com a sentença: “Não se faz arte sozinho”.

Segundo a cantora, trabalhar de mãos dadas com outros artistas têm sido fundamental para retomar a carreira em grande estilo após 20 anos longe do segmento. Ao falar um pouco sobre Ana Lélia e o produtor Jonathas Pingo, Theo não economizou nos elogios: “Fico entusiasmado em pensar aonde a música dos dois os levará. Eles têm um som que está ao mesmo tempo enraizado na cultura brasileira, mas que também se expande em influências globais. Estou animado em participar de suas explorações”.

Theo Croker
Na entrevista ao Metrópoles, o trompetista garantiu “viver pela música”
Origens

A paixão pela música corre nas veias dos dois. Inclusive, pode-se dizer que Theo Croker nasceu com o gene artístico. Ele é neto do trompetista e ícone do jazz Doc Cheatham. Quando menino, aos 11 anos, logo mostrou que seguiria os passos do avô. Em constante aprendizado, Theo destacou que a maior lição absorvida por meio do legado familiar é focar em ser um indivíduo de voz única.

“Segui a voz interior e deixei minha música crescer por intermédio dessa procura interna. Isso é mais importante para mim do que fazer parte de alguma categoria ou gênero. Eu comecei a compreender que entender sobre o passado é o único caminho original para o futuro”, garante o trompetista. Antes de aceitar fazer parte de um projeto, ele olha dentro do coração e da alma de quem o convidou: “Isso mostra todas as verdades que busca e legitima o poder da sua música”.

Theo escolheu participar da composição do single Meu Cantinho ao encantar-se com Ana Lélia e Pingo, mas também pela canção soar como um sopro de amor, luz, forças e altas vibrações na humanidade. Ele aproveitou para brincar: “Só espero não ser julgado pela minha inexperiência com o gênero do samba bossa nova”. O projeto estará disponível nas plataformas digitais nesta sexta-feira (28/5).

Mais lidas
Últimas notícias