Red Notice: filme com Dwayne Johnson deve ser o mais caro da Netflix

Com Gal Gadot e Ryan Reynolds no elenco, produção pode ter orçamento de até US$ 200 milhões, segundo insiders de Hollywood

Kimberley French/Universal Pictures/DivulgaçãoKimberley French/Universal Pictures/Divulgação

atualizado 10/07/2019 12:27

Red Notice, filme da Netflix estrelado por Dwayne Johnson, o The Rock, Gal Gadot e Ryan Reynolds, deve se tornar a produção mais cara da Netflix. De acordo com a Variety, o orçamento do longa é de no mínimo US$ 160 milhões. Insiders de Hollywood calculam que o valor pode chegar a US$ 200 milhões, considerando gastos com publicidade e pagamento ao elenco e diretor.

Com direção de Rawson Marshall Thurber, que comandou The Rock em Arranha Céu: Coragem Sem Limite (2018) e Um Espião e Meio (2016), o projeto, ainda em pré-produção, foi comprado pela Netflix após dura competição com outros estúdios, como a Paramount. Originalmente, o filme pertencia à Universal. O thriller de assalto só deve estrear em 13 de novembro de 2020 na plataforma de streaming.

Cifras altas

Reynolds e Gadot devem receber pelo menos US$ 20 milhões cada um pela participação em Red Notice. Johnson, também produtor, deve lucrar ainda mais que os colegas. Thurber pode embolsar até US$ 10 milhões.

Apesar de ter anunciado recentemente que seria mais seletiva na escolha de projetos de grande orçamento, à luz de fracassos como Operação Fronteira (2019), a Netflix vem abrindo os cofres de forma generosa para competir com os tradicionais estúdios de cinema.

The Irishman, novo filme de máfia de Martin Scorsese, deve custar US$ 140 milhões por causa dos gastos com efeitos visuais – estrelas como Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci terão suas feições rejuvenescidas digitalmente para várias porções da trama. Six Underground, longa de ação protagonizado por Reynolds e dirigido por Michael Bay, custou US$ 150 milhões.

Últimas notícias